top of page

"Somos a carta de Deus escrita pelo Espírito Santo!"


O Apóstolo César Augusto encerrou o 1º dia da Conferência Apostólica Internacional, com uma mensagem de reflexão.


O líder e fundador Igreja Apostólica Fonte da Vida leu como base da ministração o texto bíblico de 2 Coríntios 3.1 a 3, 7 e 8, que diz: “Começamos, porventura, outra vez a recomendar-nos a nós mesmos? Ou temos necessidade, como alguns, de cartas de recomendação para vós outros ou de vós? Vós sois a nossa carta, escrita em nosso coração, conhecida e lida por todos os homens, estando já manifestos como carta de Cristo, produzida pelo nosso ministério, escrita não com tinta, mas pelo Espírito do Deus vivente, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne, isto é, nos corações. E, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, se revestiu de glória, a ponto de os filhos de Israel não poderem fitar a face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, ainda que desvanecente, como não será de maior glória o ministério do Espírito!"

“Somos mais do que imaginamos. Somos a carta de Deus escrita pelo Espírito Santo. Somos representantes de Cristo aqui na terra. Ele nos trouxe aqui para nos ‘retocar’. Através de nossas vidas, Deus está trazendo uma mensagem de salvação para esta geração!”, afirmou.


“O nosso chamado envolve uma grande responsabilidade. Preste atenção nisso! Com nossas palavras e atitudes, precisamos levar a mensagem que Cristo escreveu! Para que esta carta possa ser a voz de Deus aqui na terra, precisamos nos manter no padrão que Ele estabeleceu”, acrescentou.


Na sequência, ele explicou que os cinco princípios fundamentais que precisamos colocar em prática para nos tornarmos a carta que Cristo escreveu são: santidade, consagração, submissão, honra e amor.

Para afastar todo espírito de divisão do nosso meio, o Apóstolo afirmou que é a submissão e a honra são fundamentais: “Precisamos, assim como Paulo ensinou, nos sujeitar uns aos outros e precisamos honrar as autoridades que Deus estabeleceu sobre nós! Precisamos ter consciência de que honrar não é idolatrar, é reconhecer que a unção derramada sobre eles veio de Deus. Andar debaixo de cobertura é uma bênção! Precisamos também nos sujeitar e honrar as leis espirituais, pois elas nos colocam dentro do plano de Deus e nos garantem proteção.”


Ele também falou sobre a diferença entre santificação e consagração: “Santidade é fechar a porta para o pecado e consagração é abrir mão da nossa vontade para viver a vontade de Deus!”


E, para finalizar a explicação dos cinco pilares, o Apóstolo enfatizou a importância do amor: “Amar é fazer o bem sem esperar nada em troca. O amor é a essência da Igreja de Cristo e envolve uma capacidade inesgotável de se doar!”


Acompanhe, no vídeo abaixo, o culto na íntegra:


Redação

Fotos: Pedro Flausino, Anderson Soares e Otávio Silva

Posts recentes

Ver tudo

Por que jejuar e orar é tão importante?

Lucas 5.34 e 34: "Jesus, porém, lhes disse: Podeis fazer jejuar os convidados para o casamento, enquanto está com eles o noivo? Dias virão, contudo, em que lhes será tirado o noivo; naqueles dias, sim

O novo nascimento através das águas do batismo

Romanos 10.9: “Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.” Marcos 16.16: “Quem crer e for batizado será salvo, po

A história de Mordecai e seus ensinamentos

Mordecai é um personagem importante no Livro de Ester, no Antigo Testamento da Bíblia. Ele era um judeu exilado em Susã, capital do Império Persa, e era primo e tutor de Ester, uma jovem judia que se

Comments


bottom of page