top of page

“A fé desafia o impossível! Quando eu acredito, o incrível se torna realidade!”


Foram três dias da unção transbordante de Deus na Conferência Apostólica

Internacional. Milhares de pessoas lotaram o Ginásio da Portuguesa para ministrações que aconteceram em três períodos diariamente.

Para encerrar o evento, o Apóstolo Esteban Acosta falou sobre os ingredientes que podem aumentar a nossa fé.


“Nossa fé precisa ser grande, pois o nosso Deus é grande. A nossa fé precisa desafiar o impossível! Sou prova viva disso, pois Deus me curou de um câncer sobrenaturalmente, pois, a despeito das sentenças médicas eu acreditei no milagre! Como aprendemos aqui, a fé é como um músculo, precisamos exercitá-la!” afirmou ele.


Acompanhe, a seguir, alguns trechos e o vídeo com o culto na íntegra:


Na Bíblia, está escrito que se nossa fé for do tamanho de um grão de mostarda, podemos mover montes. Existem pessoas que foram além e desenvolveram uma “mega fé”. Um grande exemplo foi a mulher sírio-fenícia, que chegou a impressionar Jesus:


Mateus 15.21 a 28: “Partindo Jesus dali, retirou-se para os lados de Tiro e Sidom. E eis que uma mulher cananeia, que viera daquelas regiões, clamava: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim! Minha filha está horrivelmente endemoninhada. Ele, porém, não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, aproximando-se, rogaram-lhe: Despede-a, pois vem clamando atrás de nós. Mas Jesus respondeu: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel. Ela, porém, veio e o adorou, dizendo: Senhor, socorre-me! Então, ele, respondendo, disse: Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos. Ela, contudo, replicou: Sim, Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos. Então, lhe disse Jesus: Ó mulher, grande é a tua fé! Faça-se contigo como queres. E, desde aquele momento, sua filha ficou sã.”


Outro exemplo foi o centurião romano, que acreditou que apenas uma palavra de Cristo seria o suficiente para que o servo dele fosse curado:


Lucas 7.2 a 9: “E o servo de um centurião, a quem este muito estimava, estava doente, quase à morte. Tendo ouvido falar a respeito de Jesus, enviou-lhe alguns anciãos dos judeus, pedindo-lhe que viesse curar o seu servo. Estes, chegando-se a Jesus, com instância lhe suplicaram, dizendo: Ele é digno de que lhe faças isto; porque é amigo do nosso povo, e ele mesmo nos edificou a sinagoga. Então, Jesus foi com eles. E, já perto da casa, o centurião enviou-lhe amigos para lhe dizer: Senhor, não te incomodes, porque não sou digno de que entres em minha casa. Por isso, eu mesmo não me julguei digno de ir ter contigo; porém manda com uma palavra, e o meu rapaz será curado. Porque também eu sou homem sujeito à autoridade, e tenho soldados às minhas ordens, e digo a este: vai, e ele vai; e a outro: vem, e ele vem; e ao meu servo: faze isto, e ele o faz. Ouvidas estas palavras, admirou-se Jesus dele e, voltando-se para o povo que o acompanhava, disse: Afirmo-vos que nem mesmo em Israel achei fé como esta.”


E como ter uma “mega fé”?


1- Expectativa


É a certeza de que acontecerá, como a mulher do fluxo de sangue que foi curada após tocar nas vestes de Jesus.


Marcos 5.28: “Porque dizia: Se tão-somente tocar nas suas vestes, serei curada.”

2- Oração contínua


Atos 12.5 a 7: “Pedro, pois, era guardado na prisão; mas a igreja fazia contínua oração por ele a Deus. E quando Herodes estava para o fazer comparecer, nessa mesma noite estava Pedro dormindo entre dois soldados, ligado com duas cadeias, e os guardas diante da porta guardavam a prisão. E eis que sobreveio o anjo do Senhor, e resplandeceu uma luz na prisão; e, tocando a Pedro na ilharga, o despertou, dizendo: Levanta-te depressa. E caíram-lhe das mãos as cadeias.”


3- Jejum


Esdras 8.23: “Nós, pois, jejuamos e pedimos isto ao nosso Deus, e ele nos atendeu.”


Um dos maiores inimigos da “mega fé” é a razão!


Guarde isso: Quando eu acredito, o incrível se torna realidade! Não coloque limites para aquilo que Deus pode fazer.


Atos 9.36 a 42: “Havia em Jope uma discípula por nome Tabita, nome este que, traduzido, quer dizer Dorcas; era ela notável pelas boas obras e esmolas que fazia. Ora, aconteceu, naqueles dias, que ela adoeceu e veio a morrer; e, depois de a lavarem, puseram-na no cenáculo. Como Lida era perto de Jope, ouvindo os discípulos que Pedro estava ali, enviaram-lhe dois homens que lhe pedissem: Não demores em vir ter conosco. Pedro atendeu e foi com eles. Tendo chegado, conduziram-no para o cenáculo; e todas as viúvas o cercaram, chorando e mostrando-lhe túnicas e vestidos que Dorcas fizera enquanto estava com elas. Mas Pedro, tendo feito sair a todos, pondo-se de joelhos, orou; e, voltando-se para o corpo, disse: Tabita, levanta-te! Ela abriu os olhos e, vendo a Pedro, sentou-se. Ele, dando-lhe a mão, levantou-a; e, chamando os santos, especialmente as viúvas, apresentou-a viva. Isto se tornou conhecido por toda Jope, e muitos creram no Senhor.”


O encerramento da Conferência Apostólica internacional foi marcado por uma cruzada de milagres.




Redação

Posts recentes

Ver tudo

Como desenvolver uma mentalidade +QV?

MENTE +QV foi o tema da reunião do projeto Mais que Vencedoras correspondente ao mês de maio. Com transmissão ao vivo do Renascer Hall para todas as igrejas Renascer em Cristo, o evento foi marcado po

A oferta de Mordecai e os seus ensinamentos

Durante a Ceia de Oficiais do mês de maio, realizada na Renascer Arena, o Apóstolo Estevam Hernandes ministrou a oferta de Mordecai. A seguir, o resumo da ministração: Ester 10.2 e 3: Quanto aos demai

A perseverança de Mordecai

Durante a Ceia de Oficiais do mês de maio, realizada na Renascer Arena, o Apóstolo Estevam Hernandes ministrou sobre a perseverança de Mordecai. Acompanhe, a seguir, o resumo da palavra: Ester 4.1 a 1

Comments


bottom of page