“Quando casamos, recebemos uma nova identidade!”

Atualizado: Ago 25

Durante o Encontro de Casais +QV, promovido pela Igreja Renascer em Cristo e pela Hebrom Turismo neste final de semana, no Hotel Tauá, em Atibaia, Bispa Sonia Hernandes trouxe uma mensagem de reflexão relembrandp os dois grandes segredos para um casamento dar certo.

Acompanhe, a seguir, os principais trechos:


Gênesis 18.1 a 14: “Apareceu o Senhor a Abraão nos carvalhais de Manre, quando ele estava assentado à entrada da tenda, no maior calor do dia. Levantou ele os olhos, olhou, e eis três homens de pé em frente dele. Vendo-os, correu da porta da tenda ao seu encontro, prostrou-se em terra e disse: Senhor meu, se acho mercê em tua presença, rogo-te que não passes do teu servo; traga-se um pouco de água, lavai os pés e repousai debaixo desta árvore; trarei um bocado de pão; refazei as vossas forças, visto que chegastes até vosso servo; depois, seguireis avante. Responderam: Faze como disseste.


Apressou-se, pois, Abraão para a tenda de Sara e lhe disse: Amassa depressa três medidas de flor de farinha e faze pão assado ao borralho. Abraão, por sua vez, correu ao gado, tomou um novilho, tenro e bom, e deu-o ao criado, que se apressou em prepará-lo. Tomou também coalhada e leite e o novilho que mandara preparar e pôs tudo diante deles; e permaneceu de pé junto a eles debaixo da árvore; e eles comeram.


Então, lhe perguntaram: Sara, tua mulher, onde está? Ele respondeu: Está aí na tenda. Disse um deles: Certamente voltarei a ti, daqui a um ano; e Sara, tua mulher, dará à luz um filho. Sara o estava escutando, à porta da tenda, atrás dele. Abraão e Sara eram já velhos, avançados em idade; e a Sara já lhe havia cessado o costume das mulheres.


Riu-se, pois, Sara no seu íntimo, dizendo consigo mesma: Depois de velha, e velho também o meu senhor, terei ainda prazer? Disse o Senhor a Abraão: Por que se riu Sara, dizendo: Será verdade que darei ainda à luz, sendo velha? Acaso, para o Senhor há coisa demasiadamente difícil? Daqui a um ano, neste mesmo tempo, voltarei a ti, e Sara terá um filho.”


Nesta passagem, está escrito que três homens visitaram Abraão. Os números, na Bíblia, são como sinalizações. O número três simboliza a ressurreição e a trindade – Pai, Filho e Espírito Santo. O Senhor tem um mover de ressurreição para o seu casamento e a manifestação da trindade.


Abraão estava em um momento complicado. O dia estava muito quente, e já não dava mais para ele ficar dentro da tenda... Mas ele também não tinha para onde ir. Quantas vezes, não nos sentimos assim? São tantas situações difíceis, que vivemos no meio de uma confusão e no meio de conflitos... Não dá pra ficar em casa, mas também não temos para onde correr... Sabe qual é o nosso grande erro? Deixar de enxergar Deus!


Qual era o contexto de Abraão e Sara? Eles estavam já idosos, e Deus havia prometido que, a partir deles, surgiria uma grande nação... Detalhe: ele tinha 100 anos, e ela, 90. Sara era estéril e já tinha passado da menopausa.


Abraão, naquele momento, sai os adora e entrega uma oferta. Sara continuou dentro da tenda, mas ouviu a conversa...


Aqueles homens eram mensageiros de Deus: “Daqui um ano, vocês terão um filho, e o nome dele será Isaque!”. Sara riu, debochando daquela palavra, e um daqueles homens a repreendeu... E ainda disse: “Acaso, haverá coisa demasiadamente difícil para mim!”.


Abraão riu, mas de alegria! Aquela palavra o reanimou!


Muitas vezes, estamos como Sara: duvidando de tudo... O Senhor te fala: “Deus tem um plano para o seu casamento?” Mas, em vez, e você caminhar de acordo com ela promessa, você a aborta, por causa das frustrações do passado: “Depois de tudo, Você vem com essa? Só pode ser brincadeira!”.


Deus tem uma incrível história para você... Mas para chegar ao “felizes para sempre”, é necessário seguir o roteiro que Ele escreveu... Deus tem um destino. Mas também tem uma direção, um plano... É só seguir... Mas isso requer, muitas vezes, abrir mão dos nossos planos...


Neste grande calor, há uma visitação de Deus para a sua vida... Você pode escolher ter a reação de Sara ou a de Abraão. Duvidar ou crer que há uma salvação para o casamento!


Como aprendemos, o casamento foi criado pelo Senhor:


Gênesis 2.18 a 24: “Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea. Havendo, pois, o Senhor Deus formado da terra todos os animais do campo e todas as aves dos céus, trouxe-os ao homem, para ver como este lhes chamaria; e o nome que o homem desse a todos os seres viventes, esse seria o nome deles.


Deu nome o homem a todos os animais domésticos, às aves dos céus e a todos os animais selváticos; para o homem, todavia, não se achava uma auxiliadora que lhe fosse idônea. Então, o Senhor Deus fez cair pesado sono sobre o homem, e este adormeceu; tomou uma das suas costelas e fechou o lugar com carne.


E a costela que o Senhor Deus tomara ao homem, transformou-a numa mulher e lha trouxe. E disse o homem: Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne; chamar-se-á varoa, porquanto do varão foi tomada. Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.”

O PRIMEIRO GRANDE SEGREDO PARA O CASAMENTO DAR CERTO


Por que Deus falou para Adão deixar pai e mãe, se ele não tinha pais? Quando casamos, assumimos uma nova identidade! Deixamos de ser dois indivíduos diferentes, para sermos uma só carne! Ou seja: o solteiro precisa morrer, para nascer o casado! Esse é um segredo espiritual para o casamento dar certo!

O SEGUNDO GRANDE SEGREDO PARA O CASAMENTO DAR CERTO


Todos nós conhecemos Filipenses 4.13: “Tudo posso naquele que me fortalece”! Mas qual é o contexto dele? Paulo havia relatado todas as dificuldades que enfrentou: perseguição, falta de recursos, injustiças... e ainda afirma: “Aprendi a estar bem em toda e qualquer situação!”

Se Paulo precisou aprender, nós também precisamos também. Essa é outra chave para um casamento saudável: tratar tudo com leveza!


Precisamos ter consciência de que amor não é só ter afinidades, mas CONCORDÂNCIA, RENÚNCIA E PERDÃO... Por que somos diferentes? Por que com duas peças iguais não dá para montar um quebra-cabeça!


Somos diferentes, mas o propósito precisa ser o mesmo!

E o que pode nos impedir de ser dois em uma só carne?


- A frustração: “Eu esperava mais de você...”


Gênesis 30.1 e 2: “Vendo Raquel que não dava filhos a Jacó, teve ciúmes de sua irmã e disse a Jacó: Dá-me filhos, senão morrerei. Então, Jacó se irou contra Raquel e disse: Acaso, estou eu em lugar de Deus que ao teu ventre impediu frutificar?


Isso ocorre quando fazemos dos nossos companheiros o nosso deus...


Cuidado com o seu excesso de expectativas e cobranças!


Seu marido não é responsável pelos problemas do casamento, tudo é um conjunto de escolhas, inclusive, feitas por você!


Vocês são parceiros, não inimigos!


- Quando insistimos em continuar frustrados: “Não importa o que você está fazendo agora para melhorar...O que importa é que você errou...”

Filipenses 3.12: “Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus.”

Você quer viver sozinho ou viver em paz com quem você ama? Então, perdoe!


- Quando cuidamos mais da estrutura do que do relacionamento


Não adianta deixar a casa impecável e não se cuidar! Não adianta só focar na estrutura financeira e negligenciar a parte emocional!


- Cobranças sufocantes...


Mesmo que seja algo bom, a maneira como abordamos determinados assuntos, pode criar bloqueios...


É muito importante também focarmos no que depende de nós para dar certo!


- Quando deixamos de praticar o que aprendemos...


Provérbios 24.3: “Com a sabedoria edifica-se a casa, e com a inteligência ela se firma...”


1 Timóteo 4.7:  “Para uma vida cristã evoluída, precisamos nos exercitar espiritualmente!”


Precisamos colocar em prática o que aprendemos! Fé, esperança, sabedoria, entendimento, paciência, alegria, disposição e empatia são elementos que precisamos desenvolver para que se tornem hábitos.


Mas o que acontece? Em vez de nos fortalecermos, nos magoamos... Em vez de superar, sofremos...


Exercite o carinho e a atenção... Exercite a misericórdia... Exercite a compreensão... Exercite o perdão, pois é melhor perdoar do que perder! Quem muito ama muito perdoa!


- Falta de confiança


A origem pode estar em traumas da infância...  O que isso significa? Que você ainda não assumiu, 100%, a identidade de casada! Pode ser deduções, que vieram por ligações, mensagens ou conselhos errados. Podem ser as mentiras...


Precisamos identificar o que precisamos modificar... E, juntos, reparar todas as brechas!


Para encerrar, ela leu o texto bíblico de Efésios 5.22 a 28, que diz: “As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor; porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo. Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido.


Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito. Assim também os maridos devem amar a sua mulher como ao próprio corpo. Quem ama a esposa a si mesmo se ama.”

No final do culto, houve a renovação dos votos de casamento e um grande mover de reconciliação e restauração: “Deixem as coisas que para trás ficam e avancem em direção ao plano de Deus!”


Redação

37 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Central de Endereços

Para saber qual a igreja mais próxima clique aqui!

Assessoria de Imprensa

imprensa@renascer.org.br

© 2020 | Produzido por agência VB Creations  | Todos os direitos reservados.