Por que Deus não atende minhas orações?

Atualizado: 12 de jul.

Por Bispa Fê

Por que Deus, muitas vezes, não atende minha oração? Quem nunca teve esta dúvida?


Todos os dias, eu separo alguns minutos para meditar na Palavra de Deus...


E em um destes momentos, Deus me mostrou este texto bíblico:


Tiago 4.2 a 4: “Cobiçais e nada tendes; matais, e invejais, e nada podeis obter; viveis a lutar e a fazer guerras. Nada tendes, porque não pedis; pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres. Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.”


Sabe o que eu aprendi com ele? Que pedir o que desejamos não é errado!


E por que muitas vezes a gente não recebe? Com base na relação que eu desenvolvi com Deus, eu percebi que podem existir 4 motivos:


1º Eu ainda não estou pronta para receber aquilo!


Sabe o que eu aprendi? Tudo o que vem antes do tempo ou pode nos fazer muito mal ou corremos um grande risco de estragar e perder!


Sabe o que eu aprendi também? Que o tempo da espera não é um castigo de Deus, mas um período de preparação, e isso requer maturidade.


2º Aquilo não será bom para mim!


Deus é o único que sabe qual será o resultado das nossas escolhas! Por isso, eu aprendi a não encarar os “nãos” d’Ele como uma punição, mas como uma preservação.


Afinal, Ele é o nosso Pai! Preste atenção neste versículo:


Mateus 7.11: “Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?”


3º Minhas motivações estão erradas!


Antes de pedir algo, reflita: “Os meus pedidos combinam com o plano que Deus tem para a minha vida?”


4º Há um propósito maior para essa espera!


Quando Jesus ficou sabendo que Lázaro, seu amigo tão amado, estava doente, o que Ele fez? Chegou quatro dias depois da morte dele.


Ao entrar no local do sepultamento, Jesus foi recebido de braços abertos? Não! Com uma enxurrada de críticas e acusações: “Se o Senhor estivesse aqui, isso não teria acontecido!”


Me responde uma coisa... Jesus chegou atrasado de propósito? Não! Ele tinha um grande propósito: um milagre de ressurreição, que nos ministra, nos fortalece e nos inspira até hoje!


Para todas as coisas que Deus permite que aconteçam em nossas vidas, Ele tem um propósito superior!


Sabe quem me ensinou isso? Paulo!


Romanos 8.28: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.”


Este versículo, inclusive, é o meu lema de vida!


Outro ponto importante, aliás fundamental... Para que a nossa oração tenha efeito precisamos de FÉ!


Mateus 21.22: “...e tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.”


Pediu para Deus crendo? Ele fará parte desta bênção se você alcançá-la? Sentiu que realmente sua oração foi ouvida?


Qual é o próximo passo? Perseverar!


Hebreus 10.35 a 37: “Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará”


No vídeo abaixo, eu falo mais sobre isso:


Posts recentes

Ver tudo

Agosto é Mês dos Pais. Por isso, selecionamos 10 exemplos de pais citados nas Escrituras Sagradas, que nos inspiram até hoje. Acompanhe abaixo: 1- Abraão: Deus escolheu e chamou Abraão quando ele aind

Por Bispa Fê E aí? Como está sua lista de objetivos para este ano? Guardar dinheiro, ler mais livros, arrumar um novo emprego, começar a fazer exercício, aprender um novo idioma, comprar um carro novo

Neste sábado (06), durante a Ceia de Oficiais da Igreja Renascer em Cristo do mês de agosto, o Apóstolo Estevam Hernandes ministrou a oferta de Gideão. Acompanhe, a seguir, o resumo: Juízes 6.15 a 24: