O problema não são os fatos, mas nossas conclusões!

Atualizado: Mar 2

Em 9 de janeiro, aconteceu a primeira reunião mensal do projeto +QV (Mais que Vencedoras) de 2021.

O encontro foi marcado por momentos de louvor, orações, testemunhos impactantes e uma mensagem de reflexão.

Com transmissão ao vivo do Renascer Hall, a palavra foi ministrada pela Bispa Sonia Hernandes, com base no tema “Visão Espiritual”.

Acompanhe, a seguir, o resumo:

Ezequiel 37.1 a 10: “Veio sobre mim a mão do Senhor; ele me levou pelo Espírito do Senhor e me deixou no meio de um vale que estava cheio de ossos, e me fez andar ao redor deles; eram mui numerosos na superfície do vale e estavam sequíssimos. Então, me perguntou: Filho do homem, acaso, poderão reviver estes ossos? Respondi: Senhor Deus, tu o sabes. Disse-me ele: Profetiza a estes ossos e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do Senhor.

Assim diz o Senhor Deus a estes ossos: Eis que farei entrar o espírito em vós, e vivereis. Porei tendões sobre vós, farei crescer carne sobre vós, sobre vós estenderei pele e porei em vós o espírito, e vivereis. E sabereis que eu sou o Senhor. Então, profetizei segundo me fora ordenado; enquanto eu profetizava, houve um ruído, um barulho de ossos que batiam contra ossos e se ajuntavam, cada osso ao seu osso. Olhei, e eis que havia tendões sobre eles, e cresceram as carnes, e se estendeu a pele sobre eles; mas não havia neles o espírito.

Então, ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize-lhe: Assim diz o Senhor Deus: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam. Profetizei como ele me ordenara, e o espírito entrou neles, e viveram e se puseram em pé, um exército sobremodo numeroso.”

Como você tem enxergado as pessoas e as situações? Como você tem se enxergado?

Ezequiel estava diante de um cenário tenebroso. O que ele poderia esperar? Ser morto também.

O problema não são os fatos, mas as conclusões que tiramos. Precisamos ter consciência de que a dedução é o caminho para a confusão. As situações não são definitivas. Mas nossas escolhas são determinantes.

Precisamos ter sempre em mente que, para tudo, Deus tem um plano superior. Precisamos aprender a enxergar espiritualmente, para não tropeçarmos mais nos nossos medos!

Há três tipos principais de visão:

- A visão carnal, que nos permite só enxergar o que está no plano material;

- A visão espiritual, que nos permite enxergar que, independente das circunstâncias, haverá bom futuro;

- A visão do mundo espiritual, que nos faz ter revelações do mundo espiritual. É o que algumas pessoas chamam de “visão aberta”.

Dizem que contra fatos não há argumentos, mas existem muitos fatos manipulados. Satanás é um espírito enganador, que tenta criar cenários para nos induzir a fazer escolhas que nos afastam do plano de Deus. Precisamos aprender a enxergar a verdade por de trás dos fatos.

O processo de transformação de Paulo, que até então era um dos maiores perseguidores da Igreja, começou quando Cristo se revelou a Ele através de uma luz:

Atos 9.1 a 20: “Saulo, respirando ainda ameaças e morte contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote e lhe pediu cartas para as sinagogas de Damasco, a fim de que, caso achasse alguns que eram do Caminho, assim homens como mulheres, os levasse presos para Jerusalém. Seguindo ele estrada fora, ao aproximar-se de Damasco, subitamente uma luz do céu brilhou ao seu redor, e, caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Ele perguntou: Quem és tu, Senhor? E a resposta foi: Eu sou Jesus, a quem tu persegues; mas levanta-te e entra na cidade, onde te dirão o que te convém fazer.

Os seus companheiros de viagem pararam emudecidos, ouvindo a voz, não vendo, contudo, ninguém. Então, se levantou Saulo da terra e, abrindo os olhos, nada podia ver. E, guiando-o pela mão, levaram-no para Damasco. Esteve três dias sem ver, durante os quais nada comeu, nem bebeu. Ora, havia em Damasco um discípulo chamado Ananias. Disse-lhe o Senhor numa visão: Ananias! Ao que respondeu: Eis-me aqui, Senhor! Então, o Senhor lhe ordenou: Dispõe-te, e vai à rua que se chama Direita, e, na casa de Judas, procura por Saulo, apelidado de Tarso; pois ele está orando e viu entrar um homem, chamado Ananias, e impor-lhe as mãos, para que recuperasse a vista.

Ananias, porém, respondeu: Senhor, de muitos tenho ouvido a respeito desse homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém; e para aqui trouxe autorização dos principais sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome. Mas o Senhor lhe disse: Vai, porque este é para mim um instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel; pois eu lhe mostrarei quanto lhe importa sofrer pelo meu nome. Então, Ananias foi e, entrando na casa, impôs sobre ele as mãos, dizendo: Saulo, irmão, o Senhor me enviou, a saber, o próprio Jesus que te apareceu no caminho por onde vinhas, para que recuperes a vista e fiques cheio do Espírito Santo.

Imediatamente, lhe caíram dos olhos como que uma