top of page

"Você deixaria tudo por Jesus?"

Atualizado: 9 de jan.


Nesta segunda-feira (08), durante a Conferência Apostólica Consagrando 2024, que acontece até o dia 12 de janeiro no Renascer Hall, o Pastor Alê Gomez trouxe uma mensagem de reflexão com base na Parábola do Bom Samaritano, contada por Jesus no Evangelho de Lucas. “OS TRÊS CORAÇÕES” foi o tema da ministração.

 

Ele começou, lendo o texto bíblico abaixo:

 

Lucas 10.25 a 29:  E eis que certo homem, intérprete da Lei, se levantou com o objetivo de pôr Jesus à prova e lhe perguntou: — Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Então Jesus lhe perguntou: — O que está escrito na Lei? Como você a entende?

 

A isto ele respondeu: — "Ame o Senhor, seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, com todas as suas forças e todo o seu entendimento." E: "Ame o seu próximo como você ama a si mesmo." Então Jesus lhe disse:  — Você respondeu corretamente. Faça isto e você viverá. Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: — Quem é o meu próximo?

 

“Muitas vezes, eu perguntei ao Espírito Santo o que eu teria de fazer para cumprir o propósito de Deus aqui na terra. E, nesta passagem bíblica está a resposta: ‘Ame o Senhor, seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, com todas as suas forças e todo o seu entendimento.’. Será que temos um coração disposto a entregar a Deus tudo o que Ele nos pede? Será que estamos a deixar tudo por Jesus?”, questionou ele.

 

Como símbolo desta disposição, os jovens que estavam na igreja foram em frente ao altar e deixaram seus calçados.

Na sequência, o Pastor argentino explicou que o amor sempre envolve atitudes de doação.

 

“Jesus disse àquele homem que estava tentando colocá-lo à prova que a resposta para sua pergunta estava na lei. O rapaz prontamente respondeu: ‘Amar a Deus sobre todas as coisas e amar o próximo como a mim mesmo!’. E Jesus disse: Faça isso e você viverá o Reino de Deus. Aquele homem, então, perguntou: ‘Quem é o meu próximo?’. Deus me revelou algo muito forte sobre esta passagem. Ele quer que nós mostremos nosso amor por Ele também amando o próximo. O amor para Deus não é algo romântico que envolve somente sentimentos e palavras, é algo prático. Amar é deixar de ter algo que você ama para vestir aquele que você não conhece! Amor sempre envolve doação!”, afirmou ele.

 

O Pastor continuou a ministração explicando que para responder à pergunta do intérprete da lei, Jesus contou para ele a Parábola do Bom Samaritano:

 

Lucas 10.30 a 37: Jesus prosseguiu, dizendo: — Um homem descia de Jerusalém para Jericó e caiu nas mãos de alguns ladrões. Estes, depois de lhe tirar a roupa e lhe causar muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o semimorto. Por casualidade, um sacerdote estava descendo por aquele mesmo caminho e, vendo aquele homem, passou de largo.

 

De igual modo, um levita descia por aquele lugar e, vendo-o, passou de largo. Certo samaritano, que seguia o seu caminho, passou perto do homem e, vendo-o, compadeceu-se dele. E, aproximando-se, fez curativos nos ferimentos dele, aplicando-lhes óleo e vinho. Depois, colocou aquele homem sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e tratou dele.

 

No dia seguinte, separou dois denários e os entregou ao hospedeiro, dizendo: "Cuide deste homem. E, se você gastar algo a mais, farei o reembolso quando eu voltar." Então Jesus perguntou: — Qual destes três lhe parece ter sido o próximo do homem que caiu nas mãos dos ladrões? O intérprete da Lei respondeu: — O que usou de misericórdia para com ele. Então Jesus lhe disse: — Vá e faça o mesmo.


 Na sequência, o Pastor explicou que na Parábola contada por Jesus, há três tipos de coração:

1º  O CORAÇÃO AMBICIOSO: “O QUE É SEU É MEU”

 

É quando desejamos aquilo que não precisamos ou desejamos aquilo que é do próximo.

 

Este é o coração dos salteadores que se aproveitaram da vulnerabilidade daquele homem.

 

2º O CORAÇÃO EGOÍSTA: “O QUE É MEU É MEU”

 

É quando não nos importamos com a dor do próximo, pois consideramos nossos assuntos mais importantes.

 

É  o coração daquele sacerdote e daquele levita que passaram de largo por aquele homem que estava completamente ferido.

 

3º O CORAÇÃO DISPOSTO A SERVIR E DOAR: “O QUE É MEU É TEU”

 

É quando entregamos sem esperar nada em troca!

 

É o coração daquele bom samaritano.

 

Deus quer levantar uma geração de bons samaritanos!

 

E, para isso, precisamos burcar ter o coração de Jesus:

 

Filipenses 2.5 a 8: Tenham entre vocês o mesmo modo de pensar de Cristo Jesus, que, mesmo existindo na forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus algo que deveria ser retido a qualquer custo. Pelo contrário, ele se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se semelhante aos seres humanos. E, reconhecido em figura humana, ele se humilhou, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz. 

“Busque ter o coração de Jesus, aquele que viveu para servir, para entregar e para doar! Eu vejo Jesus na vida de vocês, Apóstolo Estevam e Bispa Sonia, porque vocês são incansáveis!”, declarou.

 

“Para Jesus, seu tênis não importa, o que importa é seu coração! A sua disposição de entregar. Você vai voltar descalço hoje para casa, para que alguém que não tem nada tenha o que calçar! É assim que a revolução do amor começa!”, finalizou.



Redação

תגובות


bottom of page