top of page

Vencer os Cativeiros é tema de Ceia de junho


Apocalipse 2.8 a 11: — Ao anjo da igreja em Esmirna escreva: "Estas coisas diz o primeiro e o último, que esteve morto e tornou a viver. Conheço a tribulação pela qual você está passando, a sua pobreza — embora você seja rico — e a blasfêmia dos que se declaram judeus e não são, sendo, isto sim, sinagoga de Satanás. Não tenha medo das coisas que você vai sofrer. Eis que o diabo está para lançar alguns de vocês na prisão, para que vocês sejam postos à prova, e passem por uma tribulação de dez dias. Seja fiel até a morte, e eu lhe darei a coroa da vida. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: ‘O vencedor de modo nenhum sofrerá o dano da segunda morte.’"

Esmirna era uma cidade conhecida pela sua beleza e por sua fidelidade à Roma. Ali, havia muitos judeus atraídos pelo comércio. Havia também uma igreja que provavelmente foi fundada por Paulo.


Muitos membros da igreja de Esmirna eram pobres, apesar de a região ser próspera. Eles eram vítimas de perseguição e por causa disso não conseguiam se manter em seus empregos. Havia ali também alguns judeus convertidos a Cristo.


Em Apocalipse, o Espírito Santo revela os cativeiros que eles enfrentaria devido à sua fidelidade ao Senhor.


O que isso nos ensina? Que Satanás quer estabelecer domínio sobre os cristãos para impedi-los de cumprir os propósitos de Deus.


Os 10 dias mencionados seriam os períodos de cativeiros em áreas específicas:


1- Financeira;

2- Sexual;

3) Espiritual;

4) Familiar;

5) Físico

6) Emocional;

7) Relacionamentos;

8) Motivação;

9) Potencial;

10) Adaptação a derrotas.


Deus nos deu poder e autoridade para que essas áreas de tribulação que se transformam em cativeiros sejam quebrados pela força do Espírito Santo.


A promessa de Deus a Ciro era a chave para sairmos dessas prisões espirituais:


Isaías 45.2: Eu irei adiante de você, endireitarei os caminhos tortuosos, quebrarei os portões de bronze e despedaçarei as trancas de ferro.


O cativeiro termina quando as portas de bronze e as tranças de ferro são quebradas.


É exatamente o que Cristo fez, quando nos abriu as portas de libertação.


Isaías 43. 14 a 21: Assim diz o Senhor, o seu Redentor, o Santo de Israel: "Por amor de vocês mandarei inimigos para a Babilônia e farei todos os babilônios descerem como fugitivos, nos navios de que se orgulhavam. Eu sou o Senhor, o Santo de vocês, o Criador de Israel e o seu Rei". Assim diz o Senhor, aquele que fez um caminho pelo mar, uma vereda pelas águas violentas, que fez saírem juntos os carros e cavalos, o exército e seus reforços, e eles jazem ali, para nunca mais se levantarem, exterminados, apagados como um pavio: “Esqueçam o que se foi; não vivam no passado. Vejam, estou fazendo uma coisa nova! Ela já está surgindo! Vocês não o percebem? Até no deserto vou abrir um caminho e riachos no ermo. Os animais do campo me honrarão, os chacais e as corujas, porque fornecerei água no deserto e riachos no ermo, para dar de beber a meu povo, meu escolhido, ao povo que formei para mim mesmo a fim de que proclamasse o meu louvor".


Esse tempo espiritual de libertação está inaugurado espiritualmente.


Sabendo disso...

1) PRECISAMOS DESPERTAR O ESPÍRITO PARA O AVIVAMENTO REALIZADOR


Esdras 1.1 a 5: No primeiro ano do reinado de Ciro, rei da Pérsia, para que se cumprisse a palavra do Senhor , por boca de Jeremias, o Senhor despertou o espírito de Ciro, rei da Pérsia, que ordenou que se proclamasse em todo o seu reino e que se pusesse por escrito o seguinte: “Assim diz Ciro, rei da Pérsia: O Senhor , Deus dos céus, me deu todos os reinos da terra e me encarregou de lhe edificar um templo em Jerusalém, que fica em Judá. Aquele dentre vocês que for do seu povo, que o seu Deus esteja com ele e que suba para Jerusalém, que fica em Judá, e edifique a Casa do Senhor , Deus de Israel; ele é o Deus que está em Jerusalém. Todo aquele que restar, seja qual for o lugar em que habita, que os homens desse lugar o ajudem com prata, ouro, bens e gado, além das dádivas voluntárias para a Casa de Deus, em Jerusalém." Então se levantaram os chefes de famílias de Judá e de Benjamim, os sacerdotes e os levitas e todos aqueles cujo espírito Deus despertou, para subirem a edificar a Casa do Senhor , em Jerusalém.


Esse avivamento permanece vivo no mundo espiritual para nos fazer viver um grande mover realizador. Deus está soprando sobre nós este vento.

2) DEUS DERRAMA UM MOVER DE PROSPERIDADE E NOS DÁ ACESSO A TESOUROS ESCONDIDOS


Existem patrocinadores que Deus supriu para abençoar a obra.


Esdras 6.3 a 7: 3 "O rei Ciro, no primeiro ano do seu reinado, baixou o seguinte decreto: Com respeito à Casa de Deus, em Jerusalém, ela deve ser reconstruída para ser um lugar em que se ofereçam sacrifícios. Os seus fundamentos serão firmes, a sua altura será de vinte e sete metros e a sua largura será de vinte e sete metros, com três carreiras de grandes pedras e uma carreira de madeira nova. As despesas serão pagas pelo palácio real. Além disto, os utensílios de ouro e de prata da Casa de Deus, que Nabucodonosor havia tirado do templo de Jerusalém, levando-os para a Babilônia, serão devolvidos para o templo de Jerusalém, cada utensílio para o seu lugar; serão recolocados na Casa de Deus." “E agora você, Tatenai, governador da região do outro lado do Eufrates, e também Setar-Bozenai e os seus companheiros, os afarsaquitas, que estão do outro lado do rio, fiquem longe daquele lugar. Não interrompam a obra desta Casa de Deus, para que o governador dos judeus e os seus anciãos reedifiquem a Casa de Deus no seu antigo lugar.


Grande é a liberação que existe de prosperidade no mundo espiritual. Esse decreto está vivo para o povo de Deus no mundo espiritual .

3) DEUS TEM UM GRANDE MOVER DE LIBERTAÇÃO QUE TRARÁ A PRESENÇA LIBERADA PELO ESPÍRITO SANTO


Colossenses 3. 5 a 10: Portanto, façam morrer tudo o que pertence à natureza terrena: imoralidade sexual, impureza, paixões, maus desejos e a avareza, que é idolatria; por causa destas coisas é que vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência. Vocês também andaram nessas mesmas coisas, no passado, quando viviam nelas. Agora, porém, abandonem igualmente todas estas coisas: ira, indignação, maldade, blasfêmia, linguagem obscena no falar. Não mintam uns aos outros, uma vez que vocês se despiram da velha natureza com as suas práticas e se revestiram da nova natureza que se renova para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que a criou.


Quando vivemos como ungidos de Deus, chamamos um poder sobrenatural do espírito santo e somos libertos na profundidade do novo nascimento.


A libertação nos leva a viver o mover apostólico.


2 Coríntios 12.12: Pois as minhas credenciais de apóstolo foram apresentadas no meio de vocês, com toda a paciência, por sinais, prodígios e maravilhas.


Seremos plenos na unção do Espírito Santo.


Atos 10.38: como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder. Jesus andou por toda parte, fazendo o bem e curando todos os oprimidos do diabo, porque Deus estava com ele.


Pelo Espírito Santo, temos a plenitude da graça.


Atos 5.12 a 15: Muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo pelas mãos dos apóstolos. E todos costumavam se reunir, de comum acordo, no Pórtico de Salomão. Mas, dos restantes, ninguém ousava juntar-se a eles; porém o povo tinha grande admiração por eles. E aumentava sempre mais o número de crentes no Senhor, uma multidão de homens e mulheres, a ponto de levarem os enfermos até pelas ruas e os colocarem sobre leitos e macas, para que, ao passar Pedro, ao menos a sua sombra se projetasse sobre alguns deles.

Somos livres dos cativeiros pelo poder libertador de Cristo!

Posts recentes

Ver tudo

Ânimo: O combustível do homem espiritual

Viver animado no Senhor é uma atitude que transforma não apenas nossa perspectiva, mas também a forma como enfrentamos os desafios da vida. Quando nos permitimos viver com ânimo e esperança, estamos a

Por que jejuar e orar é tão importante?

Lucas 5.34 e 34: "Jesus, porém, lhes disse: Podeis fazer jejuar os convidados para o casamento, enquanto está com eles o noivo? Dias virão, contudo, em que lhes será tirado o noivo; naqueles dias, sim

A história de Mordecai e seus ensinamentos

Mordecai é um personagem importante no Livro de Ester, no Antigo Testamento da Bíblia. Ele era um judeu exilado em Susã, capital do Império Persa, e era primo e tutor de Ester, uma jovem judia que se

bottom of page