Se Deus abriu essa porta, ninguém pode fechar!

Atualizado: Mar 2

Nesta quinta-feira (04), a Igreja Renascer em Cristo iniciou o “Jejum da Grande Porta”. Os cultos ocorreram em três horários, com limitação de público; uso obrigatório de máscara; álcool gel disponível; distanciamento social e restrição ao grupo de risco.

Com transmissão ao vivo pela Rede Gospel de Televisão e via YouTube, no período da noite, a palavra foi ministrada pelo Apóstolo Estevam Hernandes.

“O jejum nos dá poder para repreender forças espirituais do mal e nos reveste de santidade, porque nos dedicamos à oração e à busca disciplinada da interferência de nosso Deus. Muitos homens de Deus venceram reinos e cenários terríveis pelo posicionamento de fé do jejum. Como Daniel, Neemias, Ester, Josafá, Paulo e o próprio Jesus, dedicamos este tempo precioso para nos fortalecer em fé e receber autoridade sobre tudo aquilo que está impedindo teu sucesso!”, afirmou ele.

“Neste mês, estamos jejuando feijão. Caso você não consuma este alimento, consagre um alimento que você tem muito prazer em consumir e se desafie! Profetize em cima dos pedidos de oração que você determinou no início do jejum. Participe dos cultos na Igreja Renascer mais próxima da sua casa ou acompanhe nossas ministrações online”, acrescentou.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A CARTILHA DO JEJUM DA GRANDE PORTA

Acompanhe, a seguir, o resumo do início da campanha:

A Revelação da Grande Porta

1 Coríntios 16.9: “...porque uma porta grande e oportuna para o trabalho se me abriu; e há muitos adversários.”

Paulo estava próximo a Macedônia, e Deus mostrou que ali havia uma grande porta, ou seja, uma grande oportunidade de ele levar a mensagem do evangelho, mas também o alertou de que haveria oposições.

Portas abertas significam uma passagem para um novo tempo. Deus tinha um novo tempo preparado para os moradores daquela região e já havia revelado isso ao apóstolo Paulo por meio de uma visão:

Atos 16.9 e 10: “À noite, sobreveio a Paulo uma visão na qual um varão macedônio estava em pé e lhe rogava, dizendo: Passa à Macedônia e ajuda-nos. Assim que teve a visão, imediatamente, procuramos partir para aquele destino, concluindo que Deus nos havia chamado para lhes anunciar o evangelho.”

Deus, assim como tinha para Paulo, tem grandes portas para nós, mas precisamos ter consciência de que, para chegar ao outro lado, enfrentaremos oposições.

E quais são elas?

1- Pessoais

A maior de todas, sem dúvidas, é o medo!

Às vezes, deixamos de crer por medo de sermos envergonhados, por causa das frustrações do passado.

Mas Deus nos fala hoje:

Isaías 54.4: “Não temas, porque não serás envergonhada; não te envergonhes, porque não sofrerás humilhação; pois te esquecerás da vergonha da tua mocidade e não mais te lembrarás do opróbrio da tua viuvez.”

Isaías 41.10: “...não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel.”

Precisamos ter consciência de que histórico não é previsão de futuro, ou seja, não definirá o final da nossa história e que Deus faz nova todas as coisas.

A sua esperança naquele que prometeu não será envergonhada. Por isso, não se abale mais diante de más notícias. Lembre-se de que as promessas sempre serão maiores que os problemas.

Para vencer