“Quem anda no Espírito constrói uma história com Deus!”

Na tarde desta quinta-feira (17), milhares de pessoas se reuniram no Ginásio da Portuguesa para participarem do 1º dia da Conferência Apostólica Internacional, evento revolucionário que reúne lideranças cristãs de diversas partes do mundo.

A Bispa Sonia Hernandes abriu o encontro falando sobre como andar no Espírito. Ela leu como base da ministração o texto bíblico de João 3.1 a 11, que diz: Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. Este, de noite, foi ter com Jesus e lhe disse: Rabi, sabemos que és Mestre vindo da parte de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele. A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.


Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer segunda vez? Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te admires de eu te dizer: importa-vos nascer de novo. O vento sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo o que é nascido do Espírito. Então, lhe perguntou Nicodemos: Como pode suceder isto? Acudiu Jesus: Tu és mestre em Israel e não compreendes estas coisas? Em verdade, em verdade te digo que nós dizemos o que sabemos e testificamos o que temos visto; contudo, não aceitais o nosso testemunho.”


“Apesar de ser um grande mestre, Nicodemos viu em Jesus algo que ele não tinha: uma fé que dava poder, autoridade e que produzia milagres! Com o objetivo de também ser um canal de bênçãos, ele se aproxima de Cristo em busca de respostas. Jesus, então, disse a ele: ‘Você precisa renascer!’”, contextualizou a Bispa.


“Renascer em Cristo é muito mais do que o nome da Igreja Apostólica do primeiro Apóstolo do Brasil, da Igreja que tem levantado milhares mulheres – pois Deus não faz acepção de pessoas –, é muito mais do que ter um louvor com significado, é muito mais do que prestar um culto consciente... Renascer em Cristo é ter vida e vida em abundância, é ser uma fonte a jorrar rios de águas vivas para a eternidade! Nós renascemos para ser a morada de Deus aqui na terra. O que isso significa? Que as pessoas precisam enxergar Deus em nós”, afirmou ela.

A Bispa também explicou que o processo de renascimento em Cristo ocorre com o nascimento da água e do Espírito, ou seja, pelo batismo.


“É o processo de limpeza do nosso coração e da nossa mente! É quando a verdade nos liberta e passamos a nos enxergar e a enxergar as pessoas e as situações como Deus enxerga. É quando deixamos de andar pelo que vemos e passamos a andar pelo que cremos!”, conscientizou.


“Precisamos ter consciência de que, enquanto as mágoas, as calamidades, os medos ou os complexos dirigirem o nosso coração e a nossa mente, o Espirito Santo não pode nos direcionar. O que isso significa? O saber não muda, mas ele acompanhado do poder do Espírito Santo nos transforma. Busque n’Ele resposta, caminho e verdade, e você encontrará. Ele é a nossa fonte de luz”, acrescentou.


E, para encerrar, ela disse: “Quem anda no Espírito constrói uma história com Deus!”


Acompanhe, no vídeo abaixo, a ministração na íntegra:



Redação

Fotos: @pedro.flausino e @gabrielsergiogs