top of page

Poder da Unidade Espiritual é tema da Ceia de julho


Durante a Ceia de Oficiais de julho, realizada na Renascer Arena, o Apóstolo Estevam Hernandes falou sobre a Importância da unidade.


Acompanhe, a seguir, o resumo:


João 17: 21 a 23: a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste. Eu lhes tenho transmitido a glória que me tens dado, para que sejam um, como nós o somos; eu neles, e tu em mim, a fim de que sejam aperfeiçoados na unidade, para que o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste, como também amaste a mim.


Será que nós somos um com o Pai?


Será que nós andamos como Corpo de Cristo?


Como é possível haver divisão entre nós, quando a condição de sermos Igreja é a unidade?


Vemos na Palavra que tudo se determina pela pluralidade, mas sempre em unidade. A trindade é um grande exemplo.


Satanás introduziu a quebra da aliança fazendo com que Adão e Eva quebrassem este princípio, deixando-os isolados contra o poder unificado de Satanás.


No mundo espiritual, não há poder dividido. O inferno, por exemplo, é unificado e organizado. Os objetivos são claros: roubar, matar e destruir.


Na Bíblia, aprendemos que a divisão pode trazer destruição:


Mateus 12.25 a 29: “Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse: Todo reino dividido contra si mesmo ficará deserto, e toda cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá. Se Satanás expele a Satanás, dividido está contra si mesmo; como, pois, subsistirá o seu reino? E, se eu expulso demônios por Belzebu, por quem os expulsam vossos filhos? Por isso, eles mesmos serão os vossos juízes. Se, porém, eu expulso demônios pelo Espírito de Deus, certamente é chegado o reino de Deus sobre vós. Ou como pode alguém entrar na casa do valente e roubar-lhe os bens sem primeiro amarrá-lo? E, então, lhe saqueará a casa.”

Mas, por outro lado, a comunhão e a concordância trazem a manifestação das bênçãos de Deus:


Mateus 16.18 e 19: Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus.


Nunca podemos ignorar os intentos de Satanás: isolar e dividir!


O homem está cada dia mais individualista, e isso o enfraquece emocionalmente e espiritualmente. Precisamos aprender a andar em comunhão!


Salmos 133.1 a 3: “Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba, a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes. É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o Senhor a sua bênção e a vida para sempre.”

Satanás usa as seguintes estratégias para promover divisão:


1ª INTRIGAS E CONTENDAS


Tiago 4.1 a 4: “De onde procedem guerras e contendas que há entre vós? De onde, senão dos prazeres que militam na vossa carne? Cobiçais e nada tendes; matais, e invejais, e nada podeis obter; viveis a lutar e a fazer guerras. Nada tendes, porque não pedis; pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres. Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.”


Sabemos que existe um espírito de contenda e intrigas que rouba unidade partindo da própria família.


Mateus 10.36: “Assim, os inimigos do homem serão os da sua própria casa.”

2ª TRAIÇÃO, COMO ESPÍRITO DE JUDAS


2 Timóteo 3.1 a 5: Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes.


O espírito de Judas tem entrado nos corações. As deformações que Paulo fala a Timóteo tem sido uma marca de ingratidão e traição sem limites que hoje vemos Satanás levando as pessoas a praticar.


A ingratidão pode abrir as portas para o espírito de traição.


3ª QUEBRA DE ALIANÇA


Eclesiastes 5.5 e 6: Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não se agrada de tolos. Cumpre o voto que fazes. Melhor é que não votes do que votes e não cumpras. Não consintas que a tua boca te faça culpado, nem digas diante do mensageiro de Deus que foi inadvertência; por que razão se iraria Deus por causa da tua palavra, a ponto de destruir as obras das tuas mãos?


Todas as nossas promessas também são espirituais, mesmo que tenham sido feitas no mundo material.


Quando a aliança é quebrada, desfazemos um elo que nos deixa vulneráveis a Satanás, que se aproveita desta brecha para trazer destruição.


Guarde isso: É melhor não prometer do que prometer e não cumprir!


A quebra de aliança pode levar o homem à escravidão. Foi isso o que deixou o povo preso aos cativeiros egípcio e babilônico.


O cativeiro foi quebrado com o cumprimento da promessa do templo construído por Zorobabel e Esdras. A obra foi concluída por causa do princípio da unidade.


Quando há unidade, Satanás sai!


João 1.1 a 3: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez.”


Percebeu que TUDO FOI FEITO PELA UNIDADE EM PLURALIDADE!


Gênesis 1.26 e 27: Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra. Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.

A unidade:


1ª PRODUZ CONQUISTAS QUE LIBERAM UM NOVO TEMPO


Josué 6.20: “Gritou, pois, o povo, e os sacerdotes tocaram as trombetas. Tendo ouvido o povo o sonido da trombeta e levantado grande grito, ruíram as muralhas, e o povo subiu à cidade, cada qual em frente de si, e a tomaram.”


Havia um poder de unidade que os levou a ter vitória contra o maior obstáculo da Terra Prometida.


Guarde isso:


Unidade libera o caminho para conquistas.


2ª UNIDADE CONSTRÓI O SOBRENATURAL


Neemias 6.15 e 16: Acabou-se, pois, o muro aos vinte e cinco dias do mês de elul, em cinquenta e dois dias. Sucedeu que, ouvindo-o todos os nossos inimigos, temeram todos os gentios nossos circunvizinhos e decaíram muito no seu próprio conceito; porque reconheceram que por intervenção de nosso Deus é que fizemos esta obra.”


O muro foi reconstruído em 52 dias, porque TODOS estavam envolvidos em UNIDADE.

3ª A UNIDADE ABRE AS PORTAS PARA O AVIVAMENTO


Atos 1.6 a 8: Então, OS QUE ESTAVAM REUNIDOS lhe perguntaram: Senhor, será este o tempo em que restaures o reino a Israel? Respondeu-lhes: Não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou pela sua exclusiva autoridade; mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra.


Jesus os instruiu para que através dessa unidade viesse o cumprimento do derramar do Espírito Santo:


Atos 2.1 a 4: Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; de repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados. E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem.


Na nossa unidade, haverá um grande avivamento!


Redação

Fotos: Juan Fernandez

Posts recentes

Ver tudo

Como desenvolver uma mentalidade +QV?

MENTE +QV foi o tema da reunião do projeto Mais que Vencedoras correspondente ao mês de maio. Com transmissão ao vivo do Renascer Hall para todas as igrejas Renascer em Cristo, o evento foi marcado po

A oferta de Mordecai e os seus ensinamentos

Durante a Ceia de Oficiais do mês de maio, realizada na Renascer Arena, o Apóstolo Estevam Hernandes ministrou a oferta de Mordecai. A seguir, o resumo da ministração: Ester 10.2 e 3: Quanto aos demai

A perseverança de Mordecai

Durante a Ceia de Oficiais do mês de maio, realizada na Renascer Arena, o Apóstolo Estevam Hernandes ministrou sobre a perseverança de Mordecai. Acompanhe, a seguir, o resumo da palavra: Ester 4.1 a 1

Comments


bottom of page