"Satanás não roubará o seu destino espiritual"

Atualizado: Out 9


Durante a Ceia de Oficiais de setembro, realizada neste sábado (02) na Renascer Arena, o Apóstolo Estevam Hernandes trouxe uma mensagem de reflexão, fazendo um comparativo entre os comportamentos de Barnabé e os de Ananias e Safira. Ele leu os textos de Atos 4.33 a 37 e 5.1 a 11, que dizem:


“Com grande poder, os apóstolos davam testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça. Não havia nenhum necessitado entre eles, porque os que possuíam terras ou casas, vendendo-as, traziam os valores correspondentes e os depositavam aos pés dos apóstolos; então se distribuía a cada um conforme a sua necessidade. Então José, a quem os apóstolos chamavam de Barnabé, que quer dizer filho da consolação, um levita natural de Chipre, vendeu um campo que possuía, trouxe o dinheiro e o depositou aos pés dos apóstolos.


Entretanto, certo homem chamado Ananias, com sua mulher Safira, vendeu uma propriedade, mas reteve uma parte do dinheiro. E Safira estava ciente disso. Levando o restante, depositou-o aos pés dos apóstolos. Então Pedro disse: — Ananias, por que você permitiu que Satanás enchesse o seu coração, para que você mentisse ao Espírito Santo, retendo parte do valor do campo? Não é verdade que, conservando a propriedade, seria sua? E, depois de vendida, o dinheiro não estaria em seu poder? Por que você decidiu fazer uma coisa dessas? Você não mentiu para os homens, mas para Deus.


Ouvindo estas palavras, Ananias caiu morto. E sobreveio grande temor a todos os que souberam do que tinha acontecido. Levantando-se os moços, cobriram o corpo de Ananias e, levando-o para fora, o sepultaram. Quase três horas depois, entrou a mulher de Ananias, sem saber o que tinha acontecido. Então Pedro, dirigindo-se a ela, perguntou: — Diga-me: foi por este valor que vocês venderam aquela terra? Ela respondeu: — Sim, foi por esse valor.


Então Pedro disse: — Por que vocês entraram em acordo para tentar o Espírito do Senhor? Eis aí à porta os pés dos que sepultaram o seu marido, e eles levarão você também. No mesmo instante, ela caiu aos pés de Pedro e morreu. Entrando os moços, viram que ela estava morta e, levando-a, sepultaram-na ao lado do marido. E sobreveio grande temor a toda a igreja e a todos aqueles que ouviram falar destes acontecimentos.”


“Aqui, podemos comparar dois tipos de comportamento: o de Barnabé, que não teve limites em sua entrega, e o de Ananias e Safira, que retiveram suas ofertas. Aquelas atitudes mudaram completamente seus destinos: Ananias e Safira tiveram seu futuro interrompido, pois morreram, e Barnabé se tornou um grande apóstolo de Jesus Cristo”, afirmou ele, após ler o texto de Atos 11.22 a 26, que diz: “A notícia a respeito deles chegou aos ouvidos da igreja que estava em Jerusalém; e enviaram Barnabé até Antioquia. Quando ele chegou e viu a graça de Deus, ficou muito alegre. E exortava todos a que, com firmeza de coração, permanecessem no Senhor. Porque era homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé. E muita gente se uniu ao Senhor. Depois Barnabé foi a Tarso à procura de Saulo. E, quando o encontrou, levou-o para Antioquia. E, durante um ano inteiro, se reuniram naquela igreja e ensinaram numerosa multidão. Em Antioquia, os discípulos foram, pela primeira vez, chamados de cristãos.”


“Quando alguém retém uma oferta é sinal de que, de alguma forma, Satanás corrompeu seu coração; por quê? As ofertas no altar viabilizam a obra de Deus, e o que Satanás quer? Impedir o avanço dos planos do Senhor. Precisamos ter consciência de que a oferta não é uma indução humana. O que nos move é o Espírito Santo”, explicou.


“Quando retemos o que o Espírito Santo nos pede, algo espiritualmente na nossa vida acaba morrendo, mas quando entregamos segundo a vontade de Deus, vivemos os planos que Ele tem para nós e chegamos ao destino que Ele determinou!”, disse.


“Guarde isso: O que Deus precisa para obra d’Ele, Ele colocará em nossas mãos, e Satanás não vai roubar o seu destino espiritual! A oferta que entregamos também abre as portas para o nosso desenvolvimento espiritual e ministerial”, acrescentou.

Para finalizar, o apóstolo ministrou as 12 bênçãos do mês de outubro:


1- Este será o melhor mês de outubro da tua vida. A bênção de Obede-Edom está sobre a sua casa;


2- Outubro será um mês de reversão. Deus mudará o curso de muitas situações;


3- Promoções que estavam congeladas e impossíveis de serem aprovadas neste ano serão liberadas, com cargos de honra e aumento salarial;


4- Deus vai agir contra todas as injustiças. Ele vai tirar Satanás do seu caminho;


5- O Senhor vai desfazer toda ação do espírito de confusão que tenta destruir sua família, e haverá um grande mover de prosperidade;


6- Portas abertas para restituição de estudos e de liberação de estágios;


7- Liberação de vendas e negócios que já estavam perdidos. A bênção de Deuteronômio 28 estará sobre a tua vida;


8- Muitos mudarão para empregos melhores;


9- Perdão e redução de dívidas em até 95%, liberação de créditos em condições excepcionais e limpeza de nomes;


10- A boca do devorador está fechada, e os céus vão se abrir. Muitos serão chamados para negócios e empreendimentos que humanamente não teriam condições de participar;


11- Este é o mês das primícias de Obede-Edom, e Deus nos surpreenderá com milagres financeiros que serão chamados à existência;


12- A compra da casa própria e do carro dos sonhos em condições inexplicáveis. Muitos vão comprar sem dinheiro.



Redação

140 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Não coloque limites para o que Deus pode fazer

“Vitória Contra Ameaças” foi o tema dos cultos de Celebração da Família realizados nas igrejas Renascer em Cristo neste domingo (10). No Renascer Hall, pela Rede Gospel de Televisão e via YouTube, a p

O medo enxerga o que é bom de uma maneira ruim

Neste sábado (09), aconteceu o Encontro Mensal de Mulheres Mais que Vencedoras (+QV), o ministério feminino da Igreja Renascer em Cristo. O tema deste mês foi: “A Vitória Sobre o Poder do Medo”. Com t