Marcas Apostólicas

Atualizado: Ago 31

Durante a Ceia de Oficiais da Igreja Renascer em Cristo, realizada na Renascer Arena, o Apóstolo Estevam Hernandes trouxe uma mensagem de reflexão com base no tema: Marcas Apostólicas.

Acompanhe, a seguir, o resumo da ministração:

Gálatas 6.11 a 17: “Vede com que letras grandes vos escrevi de meu próprio punho. Todos os que querem ostentar-se na carne, esses vos constrangem a vos circuncidardes, somente para não serem perseguidos por causa da cruz de Cristo. Pois nem mesmo aqueles que se deixam circuncidar guardam a lei; antes, querem que vos circuncideis, para se gloriarem na vossa carne. Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu, para o mundo. Pois nem a circuncisão é coisa alguma, nem a incircuncisão, mas o ser nova criatura. E, a todos quantos andarem de conformidade com esta regra, paz e misericórdia sejam sobre eles e sobre o Israel de Deus. Quanto ao mais, ninguém me moleste; porque eu trago no corpo as marcas de Jesus.”

Paulo recebeu um chamado apostólico muito forte. Para levar a mensagem do evangelho aos gentios, ele precisou quebrar paradigmas e romper as barreiras, humanamente intransponíveis, da religiosidade.

Ele passou por um processo de transformação, como o barro nas mãos do oleiro:

Jeremias 18.6: “Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? — diz o Senhor; eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.”

Deus moldou Paulo e, ao longo de sua jornada, o marcou apostolicamente em seu corpo e em seu espírito. Assim, ele cumpriu incondicionalmente o seu chamado e ficou conhecido como aquele que tinha um relacionamento profundo com o Senhor.

Precisamos ter consciência de que Satanás quer marcar as pessoas espiritualmente para, através delas, propagar seu plano de destruição.

Veja alguns exemplos bíblicos:

1- MARCA DO HOMICÍDIO

Gênesis 4.8 a 15: “Disse Caim a Abel, seu irmão: Vamos ao campo. Estando eles no campo, sucedeu que se levantou Caim contra Abel, seu irmão, e o matou. Disse o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão? Ele respondeu: Não sei; acaso, sou eu tutor de meu irmão? E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue de teu irmão clama da terra a mim. És agora, pois, maldito por sobre a terra, cuja boca se abriu para receber de tuas mãos o sangue de teu irmão. Quando lavrares o solo, não te dará ele a sua força; serás fugitivo e errante pela terra.

Então, disse Caim ao Senhor: É tamanho o meu castigo, que já não posso suportá-lo. Eis que hoje me lanças da face da terra, e da tua presença hei de esconder-me; serei fugitivo e errante pela terra; quem comigo se encontrar me matará. O Senhor, porém, lhe disse: Assim, qualquer que matar a Caim será vingado sete vezes. E pôs o Senhor um sinal em Caim para que o não ferisse de morte quem quer que o encontrasse.”

Caim foi o primeiro homicida da humanidade. Por conta disso, recebeu uma marca em seu corpo. Hoje, existem milhões de homicidas espalhados por aí, deixando marcas que identificam este legado satânico.

2- MARCA DA REBELDIA

2 Crônicas 26.16, 19 e 20: “Mas, havendo-se já fortificado, exaltou-se o seu coração para a sua própria ruína, e cometeu transgressões contra o Senhor, seu Deus, porque entrou no templo do Senhor para queimar incenso no altar do incenso. Então, Uzias se indignou; tinha o incensário na mão para queimar incenso; indignando-se ele, pois, contra os sacerdotes, a lepra lhe saiu na testa perante os sacerdotes, na Casa do Senhor, junto ao altar do incenso. Então, o sumo sacerdote Azarias e todos os sacerdotes voltaram-se para ele, e eis que estava leproso na testa, e apressadamente o lançaram fora; até ele mesmo se deu pressa em sair, visto que o Senhor o ferira.”

Por ter se rebelado contra Azarias e ter usurpado o ofício sacerdotal, Uzias teve seu corpo marcado pela lepra.

Hoje, vemos esta marca espiritual na vida daqueles que se opõem contra a obra de Deus e os ungidos d´Ele.

3- MARCA DO DESPREZO A DEUS

2 Crônicas 16:10 e 12: “Porém Asa se indignou contra o vidente e o lançou no cárcere, no tronco, porque se enfurecera contra ele por causa disso; na mesma ocasião, oprimiu Asa alguns do povo. No trigésimo nono ano do seu reinado, caiu Asa doente dos pés; a sua doença era em extremo grave; contudo, na sua enfermidade não recorreu ao Senhor, mas confiou nos médicos.”

Asa foi marcado com uma enfermidade mortal, pois oprimia o povo e desprezava a Deus. Tanto que, em vez de buscar no Senhor um caminho de cura, optou por soluções humanas.

Precisamos ter consciência de que nossas marcas espirituais e nossas obras nos definem.

Por exemplo, Paulo carregava em seu corpo as marcas que o identificavam como apóstolo de Cristo.

As marcas do apostolado são um legado que nos identifica como servos de Jesus.

As 12 principais de Paulo foram:

1- MARCA DE SOFRIMENTOS

Atos 9.15 e 16: “Mas o Senhor lhe disse: Vai, porque este é para mim um instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel; pois eu lhe mostrarei quanto lhe importa sofrer pelo meu nome.”

Deus disse: “Esse sofrerá pelo Meu nome!”

Paulo já sabia que seria uma jornada que muitos não suportariam, mas, para ele, viver era Cristo e morrer era lucro. A fé dele era inabalável!

Paulo sabia que os sofrimentos que ele enfrentou por amor a Jesus valiam a pena. O resultado são milhões de vidas salvas, incluindo as nossas!

2- MARCA DO ISOLAMENTO

Gálatas 1.17 e 18: “...nem subi a Jerusalém para os que já eram apóstolos antes de mim, mas parti para as regiões da Arábia e voltei, outra vez, para Damasco. Decorridos três anos, então, subi a Jerusalém para avistar-me com Cefas e permaneci com ele quinze dias...”

Paulo foi para Arábia e, depois, para Damasco. Ficou três anos distante da família e isolado, apenas sendo formado pelo Espírito Santo.

3- MARCA DAS PERSEGUIÇÕES

Atos 21.31 a 33: “Procurando eles matá-lo, chegou ao conhecimento do comandante da força que toda a Jerusalém estava amotinada. Então, este, levando logo soldados e centuriões, correu para o meio do povo. Ao verem chegar o comandante e os soldados, cessaram de espancar Paulo. Aproximando-se o comandante, apoderou-se de Paulo e ordenou que fosse acorrentado com duas cadeias, perguntando quem era e o que havia feito.”

De todas as maneiras, Satanás tentou paralisar ou destruir Paulo: o prendeu, o perseguiu, o agrediu, o expôs á vergonha... Mas nada o detinha.

4- MARCA DO ABANDONO

Muitos viraram as costas para Paulo.

2 Timóteo 4.16 a 18: “Na minha primeira defesa, ninguém foi a meu favor; antes, todos me abandonaram. Que isto não lhes seja posto em conta! Mas o Senhor me assistiu e me revestiu de forças, para que, por meu intermédio, a pregação fosse plenamente cumprida, e todos os gentios a ouvissem; e fui libertado da boca do leão. O Senhor me livrará também de toda obra maligna e me levará salvo para o seu reino celestial. A ele, glória pelos séculos dos séculos. Amém!”

5- MARCA DA TRAIÇÃO

2 Timóteo 4.14: “Alexandre, o latoeiro, causou-me muitos males; o Senhor lhe dará a paga segundo as suas obras.”

Este rapaz citado na carta endereçada a Timóteo foi um dos discípulos formados por Paulo.

Alexandre, o latoeiro, desprezou completamente aqueles sete anos de caminhada, tanto que chegou a depor contra Paulo.

6- MARCA DA FIDELIDADE

Romanos 8.35: “Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?”

Por isso, Paulo nunca desistiu. Era fiel até a morte!

7- MARCA DA AUTORIDADE

Atos 26.19, 25 e 28: “Pelo que, ó rei Agripa, não fui desobediente à visão celestial, Paulo, porém, respondeu: Não estou louco, ó excelentíssimo Festo! Pelo contrário, digo palavras de verdade e de bom senso. Então, Agripa se dirigiu a Paulo e disse: Por pouco me persuades a me fazer cristão.”

Romanos 16.20: “E o Deus da paz, em breve, esmagará debaixo dos vossos pés a Satanás. A graça de nosso Senhor Jesus seja convosco.”

8- MARCA DE SUBMISSÃO

Gálatas 2.20: “logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vi