Encontro de Casais +QV é marcado por muitas emoções


Do dia 22 a 24 de outubro, em clima de lua de mal, mais de 400 casais se reuniram no Royal Palm Plaza Resort, em Campinas, para viverem dias inesquecíveis em uma edição especial do Encontro de Casais +QV.


A Igreja Renascer em Cristo e a Hebrom Turismo preparam o ambiente ideal para a celebração do dom supremo, que é o amor – aquele que, assim como a Bíblia descreve, tudo crê, tudo espera, tudo suporta, que é mais forte do que a morte e que jamais acaba.


Além de aproveitar toda estrutura do hotel – que inclui: 7 opções diferentes de piscina, toboágua, jacuzzi, campo de futebol, quadras de tênis, salas de cinema, um spa, um castelo e uma área infantil com diversas opções de atividades recreativas –, os participantes tiveram três períodos de ministrações impactantes com os líderes da Igreja Renascer em Cristo, que dividiram suas experiências de mais de 43 anos de casados, e desfrutaram de uma programação exclusiva. O agito das festas ficou por conta do Zoe Dance, e a trilha sonora desta emocionante jornada ficou por conta do Renascer Praise.


O Apóstolo Estevam Hernandes abriu o evento com uma mensagem de reflexão, com base no tema “Casamento com Cristo”. Ele leu o texto bíblico de Efésios 5.21 a 33.

“Ninguém casa por acaso. Eu acredito que Deus une propósitos por intermédio das pessoas. Paulo compara a união de marido e esposa com Cristo e Sua Igreja, pois é uma aliança indestrutível e inabalável. Precisamos amar nossas esposas como Cristo amou a Igreja. Precisamos, se necessário, nos entregar por elas. Precisamos ter consciência também de que não existe sexo frágil e sexo forte, existem duas pessoas que se completam”, afirmou o líder da Renascer.


Ele também explicou que Deus criou o casamento basicamente com dois propósitos: para que ambos sejam felizes e para constituírem uma família que dará origem a outras famílias.

O Apóstolo também deixou um alerta aos casais sobre as duas maiores estratégias que Satanás usa para destruir relacionamentos: a infidelidade e as brigas.


“As brigas são pequenas rupturas que podem desgastar o casamento a tal ponto que os dois desistam da relação, pois acham que não há mais conserto. Mas, em Deus, sempre há um caminho de superação”, declarou ele.


Na sequência, o Apóstolo propôs uma dinâmica: em uma folha de papel cada participante desenhou uma mão e colocou em cada dedo uma característica que desaprova em seu companheiro.


“Sinceramente, vocês acham mesmo que esses problemas não têm solução? Claro que têm, e essa solução está nas mãos de vocês. Precisamos ter consciência de que, independente das diferenças, podemos ter uma boa convivência”, afirmou.

Para finalizar, ele ensinou cinco antídotos que podem proteger o casal das brigas:


1- Amor;


2- Perdão;


3- Reconciliação;


4- Restauração;


5- Comunhão.


No final da ministração, os casais, profeticamente rasgaram os papéis preenchidos com os defeitos de cada um, e o Apóstolo Estevam declarou, fazendo uma referência ao texto bíblico de Colossenses 2.14: “Toda cédula de dívida que Satanás tinha contra nós foi rasgada”.

No segundo dia do Encontro de Casais, a Bispa Sonia Hernandes leu os textos bíblicos de 1 Samuel 1 e 2, que narram a jornada de Ana, uma mulher que, apesar de ter um esposo que a amava muito, não era feliz, pois não conseguia ter filhos.


Em casos assim, naquela época, os homens poderiam ter mais de uma esposa, e esse foi exatamente o caso de Ana.


Depois que ela deixou de desejar aquele filho para si e o desejou para Deus, foi curada da esterilidade, deu à luz Samuel, um dos maiores profetas dos tempos bíblicos, e teve outros filhos também.


A Bispa Sonia explicou que, mesmo tendo filhos e netos, existem casais que enfrentam casos de esterilidade, mas em outras áreas.


“De repente, não há mais sonhos e não há mais alegrias, por causa das tentativas frustradas. Existem casais que não têm mais nada em comum, a não ser os filhos”, explicou ela.


“Ter filhos e netos é maravilhoso, mas eles terão suas próprias vidas. Quem ficará o resto da sua vida com você é o seu marido. A questão é: Será que você o conhece o suficiente? Vocês ainda têm vontade de fazer as coisas juntos? Vocês ainda têm objetivos em comum? Um dos maiores erros dos casais é quererem projetar seus sonhos nos filhos e deixarem de sonhar para si”, conscientizou.


Na sequência, ela denunciou três situações que podem “esterilizar” um casamento.

São elas:


1- Não saber amar o outro


“Existem basicamente cinco linguagens do amor: palavras de afirmação, tempo com qualidade, presentes, gestos de serviços e toques físicos. Precisamos identificar as linguagens do amor de quem amamos e procurar expressar nossos sentimentos de uma maneira que eles se sintam amados”, disse a Bispa.


2- Falta de responsabilidade


“Cada um é responsável pela própria felicidade. Não espere perder quem você ama para descobrir que você tinha tudo para ser feliz. Que ter um casamento abençoado? Comece a tratar seus problemas como futuros testemunhos”, alertou.


3- A falta de desenvolvimento espiritual


“Precisamos escolher o que vai prevalecer no nosso casamento: os planos de Deus ou os planos de Satanás. Jesus veio unir o céu e a terra, mas Satanás veio trazer o inferno para a terra. Precisamos ter consciência de que o desenvolvimento espiritual é fundamental para um casamento dar certo. Podemos até educar nossos sentimentos, mas o único que pode nos transformar é o Senhor!”, reforçou.

“Talvez, hoje, você esteja enxergando seu casamento indo para o buraco. Mas quem disse que não há solução? Você sabia que toda grande edificação começa com um buraco? Se você tiver o fundamento certo, o plano que Deus tem para o seu casamento será concretizado”, afirmou ela.


À noite, o Apóstolo Estevam Hernandes falou sobre como ter o casamento ideal. Ele leu o texto bíblico de Gênesis 24, que conta a emocionante história do encontro e da união entre Isaque e Rebeca.

“Abraão tinha uma grande preocupação com Isaque. Como ele era filho da promessa, Abraão não queria que ele se envolvesse com mulheres estrangeiras ou que ele não formasse uma família. Ele, então, envia seu servo, Eliezer, para que ele encontrasse uma esposa, segundo a vontade de Deus, para Isaque. Abraão queria que Isaque tivesse o casamento ideal! E, assim, aquele servo saiu em uma jornada. Mas sem alternativas de fracasso”, explicou.


“E não é assim conosco?”, questionou ele. “Estamos em uma jornada pela busca daquilo que é ideal para nós. Guarde isso: o único plano que pode prevalecer no seu casamento é o de Deus. Por isso, ande de acordo com ele”, afirmou.


Naquela missão, existiam diversos obstáculos que poderiam atrapalhar Eliezer, assim como existirão oposições à nossa felicidade. Para vencê-las, é necessário:

1- Colocar-se mais no lugar do outro;


2- Respeitar as diferenças;


3- Reconhecer as qualidades do outro potencializá-las;


4- Doar-se integralmente para o casamento dar certo;


5- Buscar a vontade de Deus em todas as coisas.

O Apóstolo ainda deixou mais cinco conselhos para um relacionamento à prova de crises:


1- Não aceite interferências externas;


2- Não traga para o seu casamento o que não faz parte da vontade de Deus;


3- Desenvolva-se espiritualmente;


4- Seja fiel;


5- Coloque festa no seu casamento.


Após a ministração, cada casal soltou um balão com seus pedidos de orações e planos para o futuro.

No encerramento do evento, também houve renovação de votos, consagração de alianças e uma grande festa.


Redação