EMPODERAMENTO é tema da reunião +QV

Neste sábado (08), aconteceu a reunião do projeto Mais que Vencedoras (+QV) correspondente ao mês de agosto.

Com transmissão ao vivo do Renascer Hall, sede internacional da Igreja Renascer em Cristo – que recebeu 40% de sua capacidade de público, respeitando as normas municipais – o evento foi marcado por testemunhos, exemplos de superação e uma mensagem esclarecedora sobre EMPODERAMENTO ministrada pela Bispa Fernanda Hernandes Rasmussen.


Acompanhe, a seguir, os principais trechos:


O que é para você uma mulher EMPODERADA?


É ser aquela que tem reconhecimento? Que é independente? Que é conquistadora? Que é realizadora? Que tem milhares de seguidores?


Hoje, o que realmente te daria o PODER necessário para você todos os seus complexos, inseguranças e medos? O que realmente te daria o PODER necessário para se manter sempre fortalecida e segura?


A palavra “poder”, no latim, deriva da palavra “pai”. A origem de todo PODER que precisamos está no nosso Pai!


Há muitas mulheres enfraquecidas na sociedade, justamente por não saberem o que é ter um pai. Mas nós sabemos.


Hoje, vamos conhecer a história de uma mulher que foi EMPODERADA por esse amor:

Gênesis 16.1 a 16: “Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dava filhos; tendo, porém, uma serva egípcia, por nome Agar, disse Sarai a Abrão: Eis que o Senhor me tem impedido de dar à luz filhos; toma, pois, a minha serva, e assim me edificarei com filhos por meio dela. E Abrão anuiu ao conselho de Sarai. Então, Sarai, mulher de Abrão, tomou a Agar, egípcia, sua serva, e deu-a por mulher a Abrão, seu marido, depois de ter ele habitado por dez anos na terra de Canaã.


Ele a possuiu, e ela concebeu. Vendo ela que havia concebido, foi sua senhora por ela desprezada. Disse Sarai a Abrão: Seja sobre ti a afronta que se me faz a mim. Eu te dei a minha serva para a possuíres; ela, porém, vendo que concebeu, desprezou-me. Julgue o Senhor entre mim e ti. Respondeu Abrão a Sarai: A tua serva está nas tuas mãos, procede segundo melhor te parecer. Sarai humilhou-a, e ela fugiu de sua presença. Tendo-a achado o Anjo do Senhor junto a uma fonte de água no deserto, junto à fonte no caminho de Sur, disse-lhe: Agar, serva de Sarai, donde vens e para onde vais? Ela respondeu: Fujo da presença de Sarai, minha senhora.


Então, lhe disse o Anjo do Senhor: Volta para a tua senhora e humilha-te sob suas mãos. Disse-lhe mais o Anjo do Senhor: Multiplicarei sobremodo a tua descendência, de maneira que, por numerosa, não será contada. Disse-lhe ainda o Anjo do Senhor: Concebeste e darás à luz um filho, a quem chamarás Ismael, porque o Senhor te acudiu na tua aflição. Ele será, entre os homens, como um jumento selvagem; a sua mão será contra todos, e a mão de todos, contra ele; e habitará fronteiro a todos os seus irmãos.


Então, ela invocou o nome do Senhor, que lhe falava: Tu és Deus que vê; pois disse ela: Não olhei eu neste lugar para aquele que me vê? Por isso, aquele poço se chama Beer-Laai-Roi; está entre Cades e Berede. Agar deu à luz um filho a Abrão; e Abrão, a seu filho que lhe dera Agar, chamou-lhe Ismael. Era Abrão de oitenta e seis anos, quando Agar lhe deu à luz Ismael.”


Gênesis 21.9 a 20: “Vendo Sara que o filho de Agar, a egípcia, o qual ela dera à luz a Abraão, caçoava de Isaque, disse a Abraão: Rejeita essa escrava e seu filho; porque o filho dessa escrava não será herdeiro com Isaque, meu filho. Pareceu isso mui penoso aos olhos de Abraão, por causa de seu filho.


Disse, porém, Deus a Abraão: Não te pareça isso mal por causa do moço e por causa da tua serva; atende a Sara em tudo o que ela te disser; porque por Isaque será chamada a tua descendência. Mas também do filho da serva farei uma grande nação, por ser ele teu descendente.


Levantou-se, pois, Abraão de madrugada, tomou pão e um odre de água, pô-los às costas de Agar, deu-lhe o menino e a despediu. Ela saiu, andando errante pelo deserto de Berseba. Tendo-se acabado a água do odre, colocou ela o menino debaixo de um dos arbustos e, afastando-se, foi sentar-se defronte, à distância de um tiro de arco; porque dizia: Assim, não verei morrer o menino; e, sentando-se em frente dele, levantou a voz e chorou.


Deus, porém, ouviu a voz do menino; e o Anjo de Deus chamou do céu a Agar e lhe disse: Que tens, Agar? Não temas, porque Deus ouviu a voz do menino, daí onde está. Ergue-te, levanta o rapaz, segura-o pela mão, porque eu farei dele um grande povo. Abrindo-lhe Deus os olhos, viu ela um poço de água, e, indo a ele, encheu de água o odre, e deu de beber ao rapaz. Deus estava com o rapaz, que cresceu, habitou no deserto e se tornou flecheiro...”

Agar era uma mulher escrava sem direito a escolhas, mas ela foi escolhida para gerar o primeiro filho de Abrão – pois, até então, Deus ainda não havia mudado seu nome.


Sarai vendo que, por ser estéril, não poderia dar filhos a Abrão fez de Agar uma “barriga de aluguel”. Desta solução “precipitada”, nasceu Ismael.  


Com o passar do tempo, Deus cumpriu a promessa que deu ao casal, e Sara – que, assim como Abraão também teve seu nome mudado –, deu à luz Isaque.  


Como já era esperado, os dois meninos acabaram se desentendendo. É natural haver ciúmes. Mas, no caso daquela família, fez com que o mal estar que havia entre Sara e Agar se agravasse.


Abraão, então, decide despedir Agar. Ela e o filho saíram errantes pelo deserto, com pouca comida e bebida.


Desolada, Agar deixa Ismael debaixo de um arbusto para não vê-lo morrer e chora desesperadamente. Mas o Senhor vai ao encontro dela e traz a promessa de que, de Ismael, surgiria uma grande nação.


Naquele momento, Agar é sobrenaturalmente EMPODERADA e passa a caminhar de acordo com a promessa, não mais segundo aquele sentimento de abandono e incompreensão.


Ao contrário das definições de EMPODERAMENTO FEMININO que ouvimos hoje em dia, uma mulher é EMPODERADA é aquela, que como Agar:

1- Ouve a voz de Deus


Isaías 1.19: “Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra.”


A partir do momento que Agar ouviu a voz de Deus, todos aqueles sentimentos destruidores se transformaram numa inabalável convicção.  A Palavra de Deus a livrou do que a estava matando!


Salmos 107.20: “Enviou-lhes a sua palavra, e os sarou, e os livrou do que lhes era mortal.”


2- Crê no PODER da PALAVRA

1 João 5.3 e 4: “Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; ora, os seus mandamentos não são penosos, porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.”


Agar acreditou na Palavra, e isso mudou sua disposição interior!


A fé nos faz enxergar caminho onde não haveria!


3- Anda pela fé em direção à promessa


Uma mulher que se move por este PODER é imparável!


A promessa se cumpriu na vida de Isaque. A partir dele, surgiu a nação árabe.


Acompanhe, no vídeo abaixo, a ministração na íntegra:


Redação

47 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

12 conselhos da Bispa Fê para todas as mamães

Em seu Instagram, a Bispa Fê deixou 12 conselhos para as mamães. Acompanhe, a seguir, o texto inspirador: Ser mãe não é só gerar e alimentar! É também ensinar, disciplinar, apoiar, instruir, corrigir

"Não assuma essa dificuldade como definitiva"

Neste domingo (09). Em todas as igrejas Renascer em Cristo, as mamães foram homenageadas. Além das manifestações de carinho, elas receberam orações. “Recebemos a bênção de gerar, cuidar, ensinar, dire

Marcas Apostólicas é tema da Ceia de Oficiais

Durante a Ceia de Oficiais da Igreja Renascer em Cristo, realizada na Renascer Arena, o Apóstolo Estevam Hernandes trouxe uma mensagem de reflexão com base no tema: Marcas Apostólicas. Acompanhe, a se