Deive Leonardo: "Não se mova por necessidades, mas por propósitos!"

Atualizado: Fev 27


A tarde deste domingo (23) foi decisiva para os participantes do O2 Farm. Depois do louvor de Daniela Araújo, o Pastor Deive Leonardo trouxe uma mensagem de reflexão, com base no texto bíblico de Lucas 5: 1 a 11, que narra o momento em que Pedro é chamado por Jesus.


Leia abaixo:


“E aconteceu que, apertando-o a multidão para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré. E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes. E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão. E, quando acabou de falar, disse a Simão: faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar. E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, porque mandas, lançarei a rede. E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede. E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique. E, vendo isso Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, por que sou um homem pecador. Pois que o espanto se apoderara dele e de todos os que com ele estavam, por causa da pesca que haviam feito, e, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante, serás pescador de homens. E, levando os barcos para terra, deixaram tudo e o seguiram.”


Acompanhe, a seguir, os principais trechos:


Eu já ministrei várias vezes este texto, mas nunca da mesma maneira. A Palavra de Deus é uma fonte inesgotável.


Eu tenho muito empatia pelo apóstolo. Pedro. Em alguns momentos, me identifico muito com ele. A personalidade ele fica escancarada: é teimoso, afoito e impulsivo.


Deus não muda a personalidade de ninguém. Nós nascemos com ela. Mas o que Ele muda, afinal? O caráter, que é o filtro da personalidade.


Jesus nunca escolheu pessoas perfeitas, até porque elas não existem. Ele sempre trouxe Pedro para perto, independente de suas variações.

Pedro era um pescador de peixes. Aquela era a profissão dele. Era sua fonte de renda, era o que supria sua necessidade.


Naquela noite, antes de ter um encontro com Jesus, ele não havia pescado nada. Ele estava exausto e frustrado.


Ele cedeu o barco para Jesus e ouviu a ministração. No final, da pregação Ele pergunta se Pedro estava com fome e se ele havia pescado algo. Jesus, então, fala para ele voltar e lançar a rede para o outro lado.


Pedro disse: “Sob a Sua palavra, eu farei!”. O que ele disse, entrelinhas?


“Sob a minha experiência, eu fiz de um jeito. Mas, agora, vou fazer de acordo com sua palavra.”. Ou seja, a responsabilidade era de Jesus.


Qual foi o diferencial a estratégia ou a palavra? A palavra! Porque é ela que traz à existência o que não existe.


Pedro abandonou tudo para seguir a palavra de Jesus: “Você vivia para suprir necessidades. Agora, você viverá por um propósito.”.


Quem vive por necessidade, vive de acordo com suas demandas, mas nunca estará satisfeito. Mas quem vive por um propósito transborda!

Entre uma palavra e o seu cumprimento, existem um processo. É um ciclo. Muitas pessoas acabam não vivendo as promessas, porque não respeitam este princípio.


Muitas vezes, o nosso propósito não tem nada a ver com o nosso contexto. Mas para onde Deus quer te levar. Pedro veio da Galileia. Mas o Senhor tinha para ele os confins da terra.


Depois daquele encontro, Pedro passou por um processo de conversão. O Senhor precisava trabalhar no caráter dele. Pedro, muitas vezes falou e agiu sem pensar!


Por que Jesus nunca desistiu dele? Porque Deus não muda, Ele não volta atrás em Sua Palavra.


A loucura da graça não é para quem merece, mas para quem se dispõe.


Pedro foi treinado por Jesus durante três anos para se tornar um pescador de almas.


Depois que Jesus ressuscitou e foi atrás de Pedro, onde Ele o encontrou? Pescando novamente! Por quê ele abriu mão daquela palavra e daquele treinamento? Por medo! Medo de não ter ninguém para multiplicar os pães e os peixe, acalmar a tempestade e curar. Mas, para cada necessidade, Jesus já havia liberado uma palavra: “Em Meu nome, realizarás as mesmas obras que realizei e maiores ainda!”.


Quando vivemos pela necessidade, atrasamos os propósitos de Deus! Não era tempo de pescar peixes, mas de Pedro ser um pescador de homens.


Quem vive fora do propósito, vive a vida dos outros. Não adianta ter a técnica! Você precisa da palavra, da direção. Para cada pessoa, Deus tem um propósito diferente.

Pedro tinha voltado a pescar, àquela vida frustrante, porque não tinha mais a palavra. Mas por que então ele não voltou para o propósito? Porque não queria assumir que estava errado.


E Jesus? Fez exatamente o que Ele fez na primeira vez: liberou a palavra! Naquela noite, 153 grandes peixes foram pescados. Alguém teve que contá-los. Não eram 153 peixes . Eram 153 motivos para não viver mais pela necessidade. 153 motivos para voltarem para o propósito. Eles não precisavam ter todo este trabalho. Tudo o que eles precisavam já estava em Jesus!


Jesus disse para Pedro três vezes: “Tu me amas? Então, apascente minhas ovelhas!”. O que Jesus quis dizer? “Transforma o amor que você tem por mim no seu propósito. É o combustível que você precisa.”. Precisamos estar alinhados com a vontade d’Ele


Jesus não precisava saber se Pedro o amava, Ele já sabia a resposta e sabia que Pedro o negaria três vezes. Era Pedro que precisava se lembrar daquela conversa.


Lucas 24:49: “E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder.”


Atos 1:8: “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.”


Enquanto estávamos avaliando Pedro pelos evangelhos, Jesus já o estava trabalhando para os Atos dos Apóstolos! Depois que o Espírito Santo foi derramado sobre ele, lançou a rede – a palavra – e três mil almas foram salvas!


A quantidade de peixes não definem a qualidade do pescador. Quem faz acontecer é o Senhor. Qual é o segredo para alcançar tantas vidas? A palavra!


Como me tornei o pastor mais relevante nas redes sociais, sendo que existem tantos pregadores melhores: a palavra! A palavra faz acontecer, de acordo com os propósitos de Deus. Eu estou vivendo o que Ele tem para mim.


Está na hora de você viver o que Ele tem para você. Está na hora de você entregar o controle da sua história nas mãos d’Ele!


Não seja mais reféns das suas decisões, viva de acordo com a vontade de Deus!


Eu não fui chamado para ter um canal no YouTube. Isso é um meio! O meu propósito é levar a palavra. O propósito é maior que tudo.


O propósito que Deus coloca em você nunca terminará em você! Somos o meio do propósito!


Você ama Jesus? Então vive seu propósito.


Está na hora de entregar pra Ele o que é de direito. Não adianta sair da mesma forma que entrou, sendo o comandante de tudo, deixa Ele fazer, o improvável. O que importa é a palavra.



Redação

32 visualizações

Central de Endereços

Para saber qual a igreja mais próxima clique aqui!

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

© 2020

Produzido por agência VB Creations

Todos os direitos reservados.

Renascer Hall - Sede

Rua Dr. Almeida Lima, 1290 - Mooca, São Paulo