Como derrubar as barreiras do medo?

Atualizado: 23 de Abr de 2020


2 Coríntios 10.4 e 5: “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo...”


Efésios 6.10 a 13: “Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis.”


Quando não temos discernimento, acabamos incorporando determinadas informações que recebemos e transformando-as em sentimentos atormentadores, como o medo.

Mas, hoje, o Senhor quer te libertar de todo o cativeiro emocional, espiritual e mental, para que você possa enfrentar esta tempestade e sair dela mais fortalecido.

Para vivermos o plano que Deus tem para nossas vidas, precisamos quebrar todas as crenças limitantes e fundamentar nossas vidas em crenças libertadoras.


Gálatas 5.1: “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão.”


O que são crenças limites? Crenças são convicções, ou seja, é tudo o que assumimos como verdade! É o que, muitas vezes, também nos leva à autossabotagem!


Partindo deste principio, as crenças limitantes nos levam ao fatalismo, anulando motivações, possibilidades e capacidades. 


“Estamos vivendo uma fase marcada por incertezas e uma enxurrada de más notícias. Mas não podemos nos esquecer, jamais, de o controle das nossas vidas está nas mãos do Senhor! Não estamos debaixo de sentenças, mas de promessas superiores”, afirmou a Bispa Sonia Hernandes, na noite desta terça-feira, durante a transmissão do Culto de Batalha Espiritual.


“Está na hora de vencermos o desconhecido com o que conhecemos”, acrescentou ela, que também deixou alguns conselhos para derrubarmos todas as crenças limitantes causadas pelo medo. Acompanhe, a seguir, a ministração na íntegra:


Redação

35 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

"As situações não podem mais definir o seu futuro!"

Em 10 de julho, aconteceu o Encontro Mensal de Mulheres Mais que Vencedoras (+QV), o ministério feminino da Igreja Renascer em Cristo. O tema foi “Autorresponsabilidade” Com transmissão ao vivo do Ren

Poder do amor é tema da ministração da Ceia de julho

Em 1ª Coríntios 13.1-13, o apóstolo Paulo nos fala de uma arma espiritual poderosa que muitas vezes não é usada pela igreja: o poder do amor. Este foi o tema da ministração do apóstolo Estevam Hernand

Apóstolo Estevam ministra a oferta da semeadura

Durante a Ceia de Oficiais de julho, o apóstolo Estevam Hernandes ministrou a oferta da semeadura, baseada no texto que está em 2º Coríntios 9.5-14. “O apóstolo Paulo nos fala sobre a necessidade de d