top of page

A unção e sabedoria de Mordecai

Atualizado: 7 de jun.



A unção Apostólica de Mordecai foi tema da palavra ministrada pelo Apóstolo Estevam Hernandes durante a Ceia de Oficiais da Igreja Renascer em Cristo correspondente ao mês de junho.

 

Acompanhe, a seguir, o resumo:

 

Efésios 4.7 a 16: E a graça foi concedida a cada um de nós segundo a proporção do dom de Cristo. Por isso, diz: Quando ele subiu às alturas, levou cativo o cativeiro e concedeu dons aos homens. Ora, que quer dizer subiu, senão que também havia descido até às regiões inferiores da terra? Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas.

 

E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres, com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo, até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo, para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro.

 

Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, de quem todo o corpo, bem-ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.

 

Existe uma constituição espiritual que recebemos não na carne, mas no Espírito. Sabendo disso, Satanás trabalha incessantemente para roubá-la e nos afastar da unção que Deus quer derramar sobre nós. Um dos principais objetivos dele é abortar os planos do Senhor.

 

Mordecai tinha uma ação poderosa, que precisava ser desenvolvida.



1 Timóteo 4.14: Não seja negligente para com o dom que você recebeu, o qual lhe foi dado mediante profecia, com a imposição das mãos do presbitério.


E como Satanás tenta agir:

 

1- NOS FAZENDO DESANIMAR PELA APARENTE FALTA DE RESULTADOS

 

Jonas 1.3: Jonas se levantou, mas para fugir da presença do Senhor, para Társis. Desceu a Jope, e encontrou um navio que ia para Társis. Pagou a passagem e embarcou no navio, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor.

 

Muitas vezes, desistimos, porque não nos sentimos preparados. Para Jonas, era impossível realizar aquela missão. Ele olhou para si, em vez de olhar para o que Deus poderia fazer!

 

2- QUANDO TEMOS A PROMESSA, MAS NADA INDICA QUE ELA ACONTEÇA

 

Números 14.2 e 3: E por que o Senhor nos traz a esta terra, para cairmos à espada e para que nossas mulheres e nossas crianças sejam por presa? Não seria melhor voltarmos para o Egito? E diziam uns aos outros: — Vamos escolher um chefe e voltemos para o Egito.

 

O povo tinha a promessa de chegar à Terra Prometida, mas o desespero os levou a uma revolta, porque a estadia no deserto foi longo.

 

Precisamos usar a promessa como energia e combustível para alcançá-la, como Josué e Calebe.

 

3- QUANDO SOMOS DOMINADOS PELAS OPINIÕES DA SERPENTE

 

Jó 2.9: Então a mulher dele disse: — Você ainda conserva a sua integridade? Amaldiçoe a Deus e morra!

 

Jó 11.2: 2 Será que todas essas palavras ficarão sem resposta? Por acaso, tem razão o falador?

 

A mulher e os amigos de Jó se levantaram contra ele, para que ele se entregasse àquela situação, porém a convicção de Jó ia além de todas as opiniões.

 

Quando temos o Espírito Santo, a unção está viva em nossas vidas. O inimigo não consegue abortar o plano de Deus porque a unção é mais forte do que toda a armação do inferno.

 

Isaías 10.27: Naquele dia, o peso deles será tirado dos ombros de vocês, e o jugo deles será removido do pescoço de vocês, jugo que será despedaçado por causa da gordura (óleo da unção).

 

A unção de Deus sobre nossas vidas quebra todo jugo.

 

Mordecai tinha uma unção poderosa que se manifestava na vida dele, através dos princípios que ele buscava e seguia:

 

- DETERMINAÇÃO;

 

- SABEDORIA;

 

- ESTRATÉGIA;

 

- SANTIDADE;

 

- INTEGRIDADE;

 

- LEALDADE;

 

- FIDELIDADE.

 

1 Tessalonicenses 5.19: Não apaguem o Espírito.

 

A unção nos leva a níveis superiores dentro do plano de Deus!

 

Com ela, podemos fazer uma grande revolução!



Guarde estas três coisas:

 

1- QUANDO NOS IMPREGNAMOS DA UNÇÃO, EXISTE UM PORTAL ABERTO PARA O FUTURO DENTRO DO PLANO DE DEUS

 

Isaías 6.7 e 8: Com a brasa tocou a minha boca e disse: — Eis que esta brasa tocou os seus lábios. A sua iniquidade foi tirada, e o seu pecado, perdoado. Depois disto, ouvi a voz do Senhor, que dizia: — A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Eu respondi: — Eis-me aqui, envia-me a mim.

 

2- UNÇÃO MODIFICA O RUMO DA NOSSA EXISTÊNCIA  E REVELA QUEM SOMOS,

 

Atos 9.15 a 17: Mas o Senhor disse a Ananias: — Vá, porque este é para mim um instrumento escolhido para levar o meu nome diante dos gentios e reis, bem como diante dos filhos de Israel. Pois eu mesmo vou mostrar a ele quanto deve sofrer pelo meu nome. Então Ananias foi e, entrando na casa, impôs as mãos sobre Saulo, dizendo: — Saulo, irmão, o Senhor Jesus, que apareceu a você no caminho para cá, me enviou para que você volte a ver e fique cheio do Espírito Santo.

 

3- A UNÇÃO VEM COM O ÓLEO DOURADO QUE NOS COLOCA EM NÍVEIS ESPIRITUAIS SUPERIORES

 

Zacarias 4.11 a 14: Então perguntei ao anjo: — O que são as duas oliveiras à direita e à esquerda do candelabro? E acrescentei uma segunda pergunta: — O que são aqueles dois ramos de oliveira que estão junto aos dois tubos de ouro, que vertem azeite dourado? Ele me respondeu: — Você não sabe o que é isto? Eu respondi: — Não, meu senhor. Então ele disse: — São os dois ungidos, que estão a serviço do Senhor de toda a terra.

 

A unção plena que está derramada na graça nos faz participantes da natureza divina de Cristo:

 

2 Pedro 1.3 a 7: Pelo poder de Deus nos foram concedidas todas as coisas que conduzem à vida e à piedade, pelo pleno conhecimento daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude. Por meio delas, ele nos concedeu as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vocês se tornem coparticipantes da natureza divina, tendo escapado da corrupção das paixões que há no mundo. Por causa disso, concentrando todos os seus esforços, acrescentem à fé que vocês têm a virtude; à virtude, o conhecimento; ao conhecimento, o domínio próprio; ao domínio próprio, a perseverança; à perseverança, a piedade; à piedade, a fraternidade; à fraternidade, o amor.

 

A unção nos faz ser reconhecidos no mundo espiritual como reis e sacerdotes

 

Apocalipse 1.5 e 6: ...e da parte de Jesus Cristo, a Fiel Testemunha, o Primogênito dos mortos e o Soberano dos reis da terra. Àquele que nos ama e, pelo seu sangue, nos libertou dos nossos pecados, e nos constituiu reino, sacerdotes para o seu Deus e Pai, a ele a glória e o domínio para todo o sempre. Amém!

 

A Igreja está em um nível superior de unção para fazer as obras que cristo fez debaixo da unção de cristo,

 

Atos 10.38: ...como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder. Jesus andou por toda parte, fazendo o bem e curando todos os oprimidos do diabo, porque Deus estava com ele.

 

Vamos realizar e viver n’Ele:

 

João 14.12: Em verdade, em verdade lhes digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai.

 

 

Redação

Posts recentes

Ver tudo

Por que jejuar é tão importante?

Lucas 5.34 e 34: "Jesus, porém, lhes disse: Podeis fazer jejuar os convidados para o casamento, enquanto está com eles o noivo? Dias virão, contudo, em que lhes será tirado o noivo; naqueles dias, sim

Como alcançar a graça?

"Como alcançar a graça?" foi o tema da Ceia de Oficiais correspondente ao mês de julho. A palavra foi ministrada pelo Apóstolo Estevam Hernandes. 1 Samuel 2.30: Portanto, diz o Senhor, Deus de Israel:

A oferta que traz a honra

Durante a ceia de oficiais do mês de julho, o apóstolo Estevam Hernandes ministrou a oferta que trouxe honra para Davi, com base no texto que está em 1º Samuel 18.25-27. “Neste texto, vemos que Davi n

Comments


bottom of page